Escola Superior do TCU vai qualificar controle de gastos

Voltada para o aperfeiçoamento do trabalho de servidores e gestores, instituto visa aumentar a transparência por meio de novas tecnologias.

O controle e a gestão dos gastos públicos serão aprimorados com o início das atividades no Instituto Serzedello Corrêa — Escola Superior do Tribunal de Contas da União (TCU). O prédio, construído num terreno de 22,5 mil metros quadrados, vai abrigar uma espécie de universidade voltada à qualificação do trabalho de servidores do Estado e gestores.O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha; o ex-presidente José Sarney; o presidente do TCU, ministro Aroldo Cedraz; o presidente da República, Michel Temer; e o governador de Brasília Rodrigo Rollemberg durante inauguração da Escola Superior do Tribunal de Contas da União.

A inauguração do espaço ocorreu na tarde desta quarta-feira (23), no Trecho 3 do Setor de Clubes Sul, com a presença do presidente da República, Michel Temer, e do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

O investimento na escola custou R$ 87 milhões, recurso proveniente do próprio TCU. O apoio do governo do Distrito Federal consistiu em fazer a permuta do terreno por uma área no Setor de Garagens Oficiais Norte, além de levar infraestrutura ao local, com a ligação de energia elétrica, de água e de esgoto.
"Temos todo o interesse em aprofundar as parcerias com o TCU para que possamos aproveitar ao máximo a capacidade e a inteligência produzidas aqui"Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

Em seu discurso, Temer ressaltou que o aprimoramento das estratégias de controle externo contribui para elevar o nível de transparência no dispêndio do dinheiro público. “O TCU cumpre um preceito constitucional de zelar pela transparência, e o aprimoramento das instituições por meio do conhecimento é determinante para a melhoria do País”, disse.
Parcerias do governo de Brasília com o TCU

Para Rollemberg, a inauguração do instituto vai proporcionar avanços significativos no trabalho do órgão de contas. “Daqui vão irradiar novas informações, novas tecnologias, que certamente contribuirão para o aperfeiçoamento da gestão no País. Da parte do governo de Brasília, temos todo o interesse em aprofundar as parcerias com o TCU para que possamos aproveitar ao máximo a capacidade e a inteligência produzidas aqui”.

O presidente do TCU, Aroldo Cedraz, disse que todo o esforço para tirar a escola do papel tem como foco a sociedade. “Todos os esforços investidos aqui têm como foco o cidadão”, discursou. Participaram da cerimônia o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha; o ministro da Educação, Mendonça Filho; e o ex-presidente da República José Sarney.
Agência Brasília
 Foto: Pedro Ventura

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.