Congresso Nacional homenageia o centenário de Miguel Arraes

Morto em 2005, o político pernambucano celebraria seu centenário na quinta-feira (15). Ele foi governador de Pernambuco por três vezes, prefeito de Recife, deputado federal e estadual.

A Câmara dos Deputados reuniu parlamentares, governadores e prefeitos de várias partes do País para comemorar os 100 anos de nascimento de Miguel Arraes. Nascido no Ceará, o político teve trajetória de destaque nacional, especialmente em Pernambuco. Passou pelo PST, PMDB e PSB, partido ao qual esteve filiado por 15 anos, até a morte, em 2005. Foi três vezes governador pernambucano, prefeito de Recife, deputado federal e estadual.O governador Rodrigo Rollemberg discursou na Câmara dos Deputados durante a homenagem a Miguel Arraes. Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

Um dos grandes quadros do PSB, legenda do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, Arraes era avô de Eduardo Campos, ex-governador de Pernambuco, morto em acidente aéreo, em 2014, quando concorria à Presidência da República. A atuação de Campos serviu de exemplo para o governo local em programas como o Viva Brasília – Nosso Pacto Pela Vida, o principal da área de segurança pública na capital do País.

Presente à sessão solene, Rollemberg elogiou a atuação do ex-governador. “Miguel Arraes manteve sempre o vínculo com a população e era um visionário”, observou. “Ele sempre disse que um dos grandes desafios do País era unir o conhecimento produzido pela academia e o produzido pelo povo. Todas as vezes que podia, eu me aconselhava politicamente com ele”, recordou.
"Ele (Arraes) sempre disse que um dos grandes desafios do País era unir o conhecimento produzido pela academia e o produzido pelo povo"Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

Em nome da família, José Almino Alencar e Silva, filho mais velho de Arraes, destacou a “luta social” vivida pelo pai. Coube ao deputado Beto Mansur (PRB-SP) presidir a mesa no início da sessão, que foi requerida, em conjunto, pela senadora Lídice da Matta (PSB-BA) e pelo deputado Tadeu Alencar (PSB-PE).

Ao lado deles e de Rollemberg, sentaram-se à mesa a ministra do Tribunal de Contas da União (TCU) Ana Arraes, filha do homenageado; o governador de Pernambuco, Paulo Câmara; o prefeito de Recife, Geraldo Júlio; o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira e o líder do PSB no Senado, Antônio Carlos Valadares (SE), entre outras autoridades.
Exposição sobre os cem anos de Miguel Arraes

Além das homenagens em plenário, a vida do político está representada nas paredes da Câmara dos Deputados, no trabalho “Miguel Arraes: 100 anos”, aberta nesta terça-feira (13) e organizada pela Fundação João Mangabeira. Secretária executiva da entidade, a colaboradora do governo de Brasília Márcia Rollemberg é a curadora da exposição.

A mostra remete à infância de Arraes e apresenta fotos inéditas, como a volta do exílio de 14 anos, ao qual foi submetido após ser preso pelo regime militar. “Fizemos uma linha do tempo, pincelando os diversos DNAs de Arraes, como a união de socialismo e liberdade e as políticas executivas, sempre ligadas à inovação”, disse Márcia.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo