Grupo de teatro da PM orienta crianças sobre dengue e questões ambientais

Recurso é uma das frentes do Programa Lobo-Guará, que também tem curso para alunos do ensino fundamental.

Mais de 150 crianças observam o lobo-guará perseguir duas presas no Colégio Ativo, de Samambaia. Um policial fantasiado representa o animal típico do Cerrado. As caças são outros dois policiais, com fantasias do mosquito Aedes aegypti. As crianças riem da encenação enquanto aprendem a se prevenir contra o inseto e as doenças que ele transmite.

A performance é uma das ações do grupo de teatro Lobo-Guará, da Polícia Militar. Além da dengue, duas outras peças tratam de tráfico de animais silvestres e de preservação da natureza. A equipe apresenta apenas um tema por ano, escolhido com base na incidência do problema no ano anterior. Essa peça foi selecionada para ser apresentada em 2016 porque houve aumento nos casos de dengue no DF em 2015.

Criado em setembro de 2003 como ação da Polícia Ambiental, o grupo de teatro foi a primeira frente do Programa de Educação Ambiental Lobo-Guará, expandido em 2011 com a instituição do curso Guardiões. Nele, os policiais dão aulas para turmas de 5º ano do ensino fundamental, com crianças de 10 e 11 anos, para abordar de forma mais aprofundada as questões ambientais e as consequências da participação do homem no Cerrado e em outros biomas do Brasil.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo