Celina Leão dá apoio a concursados excedentes da carreira socioeducativa

A deputada Celina Leão recebeu, em seu gabinete, nesta segunda-feira (6), o presidente do Sindicato dos Servidores da Carreira Socioeducativa do DF, Cristiano Torres, que pediu apoio à parlamentar, em razão da Procuradoria Geral do DF, ter negado parecer quanto a quebra da cláusula de barreira, no concurso público da carreira socioeducativa de 2015. “São 350 candidatos excedentes”, destacou Cristiano Torres, alegando que mais à frente a carreira vai necessitar desse número de servidores.

O presidente do sindicato esclareceu que o concurso está em andamento e que cerca de 1.100 candidatos fizeram o curso de formação. “Seria interessante até para a economia do Estado, que a fosse quebrada essa cláusula de barreira, para que o pessoal não fosse reprovado no concurso e, mais à frente, pudesse fazer a última etapa do concurso, que é do curso de formação, para depois terem condições de serem nomeados”, justificou Cristiano.

Além, da deputada Celina Leão, o grupo de representantes dos concursados também levou o pleito a outros parlamentares. “Queremos com isso, sensibilizar o governo, assim como a esfera judicial”, completou o presidente.

Celina Leão também recebeu cópia do Projeto de Lei do Executivo, 1.402/2016, que tramita na Câmara Legislativa do DF (CLDF), que trata da troca de nomenclatura do cargo de atendente de reintegração socioeducativo para agente socioeducativo. Celina ressaltou seu apoio à demanda, já que é importante para a carreira dos profissionais dessa área. “A deputada disponibilizou todo o apoio para que possamos estar sempre fazendo as melhorias dentro do sistema socioeducativo”, comentou Cristiano. “A carreira socioeducativa é primordial para a sociedade”, garantiu Celina.

Ascom da deputada Celina Leão

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo