Nova categoria de unidade de conservação é destaque no Fórum de Governadores do Brasil Central

No encontro na noite desta quinta (2), em Goiânia, também foi assinada ordem de serviço para abertura de um canal navegável na hidrovia Tietê-Paraná.

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, participou, nesta quinta-feira (2), em Goiânia, da abertura da primeira reunião de 2017 do Fórum de Governadores do Brasil Central. O grupo é composto pelo Distrito Federal e pelos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e do Tocantins.Os governadores do Tocantins, Marcelo Miranda; de São Paulo, Geraldo Alckmin; de Goiás, Marconi Perillo; de Mato Grosso, Pedro Taques; e de Brasília, Rodrigo Rollemberg. Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

O encontro contou com a participação do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que assinou a ordem de serviço para as obras de derrocamento (abertura de um canal navegável) de 10 quilômetros na hidrovia Tietê-Paraná.

Com investimento de R$ 300 milhões, a iniciativa beneficiará o escoamento da produção para os estados do Centro-Oeste pelos Rios Tietê, Paraná e Paranaíva. “Estivemos dois anos com a hidrovia paralisada, e isso nos trouxe grandes prejuízos”, destacou o governador de Goiás, Marconi Perillo.

Durante a reunião, os governadores do Brasil Central também assinaram o protocolo de intenções, no âmbito do Congresso Nacional e do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama), para criação de uma nova categoria de unidade de conservação, a reserva particular de desenvolvimento sustentável (RPDS).

A nova unidade já foi implementada por São Paulo e agora passa a ser utilizada também por Goiás. O governador Marconi Perillo assinou o protocolo de intenções com a Companhia Brasileira de Alumínio e com a Votorantim para administrar a RPDS de Niquelândia, que passa a se chamar Legado Verdes do Cerrado.
"É uma boa ideia no sentido de preservar áreas do Cerrado, áreas de mananciais e, ao mesmo tempo, aliar a preservação com pesquisa científica e desenvolvimento econômico de forma sustentável"Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

Com 32,5 mil hectares, ela será a primeira unidade de conservação no estado de Goiás — e uma das primeiras do País — a ser enquadrada nessa categoria de RPDS, prevista no Sistema Nacional de Unidades de Conservação, instituído pela Lei Federal nº 9.985, de 18 de julho de 2000.

Rollemberg saudou a iniciativa. “É uma boa ideia no sentido de preservar áreas do Cerrado, áreas de mananciais e, ao mesmo tempo, aliar a preservação com pesquisa científica e desenvolvimento econômico de forma sustentável”, observou. “Queremos levar essa experiência a outros estados da Federação”, completou o governador de Brasília.

Participaram também do encontro os governadores Marcelo Miranda (TO), Pedro Taques (MT) e Reinaldo Azambuja (MS). A programação do fórum segue nesta sexta-feira (3) pela manhã com a Assembleia Geral dos Governadores, coletiva de imprensa e apresentações de ações bem-sucedidas em Goiás, Rondônia e Londrina.

No encontro de amanhã serão discutidos os avanços das pautas do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central, como a criação de um mercado comum entre os estados integrantes do bloco e a definição de uma estratégia unificada de exportação.

O Fórum de Governadores do Brasil Central foi criado em 3 de julho de 2015 com o objetivo de fomentar o crescimento individual e regional, com base na cooperação entre os chefes da administração pública.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo