Temer inventa ministério para salvar Moreira Franco da Lava Jato.

A mini-reforma ministerial anunciada pelo presidente Michel Temer nesta quinta-feira (2) deu foro privilegiado a um citado na Lava Jato. Moreira Franco, atual secretário-executivo do Programa de Parcerias em Investimentos (PPI), passa a ser secretário-geral da Presidência da República, com status de ministro.

Franco, que poderia ser julgado pelo juiz Sérgio Moro, ganha na qualidade de ministro foro privilegiado no STF.

A invenção de um ministério para nomear Moreira Franco como ministro vem apenas um dia após a presidenta do Supremo, Carmén Lucia, homologar as delações de 77 executivos da Odebrecht.

O novo secretário-geral da presidência, que nega ter cometido irregularidades, foi citado 34 vezes na delação premiada de Cláudio Melo Filho, vice-presidente de relações institucionais da companhia investigada pela Lava Jato.

Originalmente por: Brasil de fato

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo