Carnaval de Brasília termina com 208 mil foliões nas ruas

Número nessa terça (28) chegou a 253 mil se considerado o público flutuante dos principais blocos. Por volta das 21 horas, muitos já retornavam para casa pela Estação Galeria do Metrô-DF.

Por volta das 21 horas, foliões embarcavam com tranquilidade na Estação Galeria do Metrô-DF. Foto: Nilson Carvalho/Agência Brasília

O último dia oficial de carnaval em Brasília nessa terça-feira (28) arrastou uma multidão de 208 mil foliões nos horários de pico dos principais blocos de rua. Segundo a Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, o número chegou a 253 mil, quando considerado o público flutuante, ou seja, pessoas que acompanharam o evento de longe ou passaram pouco tempo nos locais.

Nove equipes fixas e duas volantes da Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) atuaram hoje em todos os eventos, com 125 auditores de plantão, das 10 horas até o término das festas. Nos blocos onde não havia equipes fixas, as volantes passaram pelo menos uma vez.

De acordo com a Segurança Pública, as quantidades de público referem-se aos blocos Raparigueiros, Baratona, Baratinha, Essa Boquinha Eu Já Beijei, Pacotão, Meninos de Ceilândia, Calango Careta e Ventoinha na Tesourinha. Este último saiu sem licença do governo de Brasília e deverá ser multado.

O de maior concentração foi o Raparigueiros, no Eixão Sul, com aproximadamente 170 mil pessoas. A Polícia Militar destacou um efetivo proporcional aos públicos dos blocos. O policiamento também acompanhou a volta para casa dos foliões nas estações de metrô próximo a prédios residenciais da área central de Brasília e na Rodoviária do Plano Piloto.

Com a presença da PM e do corpo de segurança da Companhia do Metropolitano (Metrô-DF), o movimento no fim da noite foi tranquilo. Na rodoviária, por volta da meia-noite, de acordo com a Secretaria de Mobilidade, os horários de saída dos ônibus estavam conforme o previsto.
Ocorrências policiais

Segundo a Polícia Militar, um rapaz de 19 anos foi preso e encaminhado à 5ª Delegacia de Polícia após ter esfaqueado um outro jovem no Raparigueiros. Ele poderá responder por lesão corporal e tentativa de homicídio. Além disso, a corporação prendeu sete pessoas em flagrante, entre elas uma menor de idade. Também foram apreendidos pelos policiais militares 40 facas e recolhidos 12 veículos em situação irregular, entre outras infrações.

Entre a zero hora de sábado (25) e as 23 horas de ontem (28), a Polícia Civil registrou 521 ocorrências — a maior parte relacionada a furtos diversos (275), como de celulares (93). Além dessas, houve 63 roubos a pedestres, quando há ameaça. Em geral fruto de brigas, os casos de lesão corporal dolosa foram 25.

A Polícia Civil ressalta que os números, mesmo dos dias já passados, podem sofrer alteração devido a novas notificações feitas somente depois das datas dos ocorridos. Se o registro for pela internet, há um lapso de tempo ainda maior entre o registro e o processamento do dado pelo setor de estatística da corporação.
Atendimentos médicos e dos bombeiros

De acordo com a Secretaria de Saúde, das 17 às 23 horas de segunda (28), o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atendeu a 39 ocorrências. Dessas, seis precisaram ser transferidas para hospitais, todas relacionadas a consumo excessivo de álcool.

O Hospital Regional da Asa Norte (Hran) recebeu 13 vítimas de arma branca. Uma delas, atingida no pescoço, em estado grave. As demais apresentavam ferimentos leves. Até as 23h40, 19 pacientes aguardavam atendimento na clínica médica, a maioria por embriaguez.

No Hospital de Base, foram feitos 17 atendimentos relacionados ao carnaval: duas vítimas de acidente de carro, sete por queda da própria altura e oito de espancamento e agressões. Desse total, duas em estado grave — uma por agressão com arma branca e outra por espancamento.

O Corpo de Bombeiros Militar atendeu 79 pessoas — três na Baratinha (no Parque da Cidade) e 76 no Eixão Sul, onde saíram os blocos Raparigueiros e Baratona.
Infrações de trânsito

No trânsito, segundo o Departamento de Trânsito (Detran), houve 255 infrações nessa terça (28): 119 por falta de cinto de segurança, 44 por estacionamento irregular, 21 por transporte de criança sem o equipamento obrigatório. Outros dez motoristas foram autuados por deixar de dar preferência ao pedestre e 61, por motivos diversos. Além disso, o departamento recolheu 87 veículos ao depósito.

Em parceria com o Detran, o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) registrou 28 casos de alcoolemia (presença de álcool etílico no sangue) entre motoristas, que foram autuados.

O balanço final de todos os órgãos envolvidos no carnaval será divulgado nesta quarta-feira (1º).
Agencia Brasilia

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo