Governo do Distrito Federal anuncia troca de três secretários

Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

O Governo do Distrito Federal anunciou, na tarde desta segunda-feira (27), a troca de três secretários. As pastas de Desenvolvimento Econômico, Justiça e Cidadania e Segurança Pública estão sob nova direção.

A pasta da Segurança Pública ficará com o delegado da Polícia Federal, Edvaldo de Oliveira Novaes Júnior. Desenvolvimento Econômico será gerenciada por Antônio Valdir Oliveira. A pasta de Justiça será a nova missão de Arthur Bernardes dentro do governo.

Conheça o perfil dos novos secretários:

Antônio Valdir Oliveira Filho

Antônio Valdir Oliveira Filho, bacharel em Administração de Empresas pela UniDF (Brasília- DF), assume a Secretaria de Economia e Desenvolvimento Sustentável. Funcionário de carreira do Banco do Brasil, é o atual Superintendente do Conselho Deliberativo do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) do Distrito Federal.

Entrevista especial
Assista entrevista com Valdir Oliveira, novo secretário de Economia e Desenvolvimento Sustentável

No Banco, trabalhou na Unidade de Negócios com Governo, tendo como responsabilidade a interface com o Ministério do Trabalho e Emprego no Programa de Geração de Emprego e Renda – PROGER. Participou da elaboração do projeto Salas do Empreendedor e do programa de apoio às cooperativas.

Gerenciou a área responsável pela geração de emprego e renda (Assistência a Comunidades Urbanas e Rurais) e a montagem da rede de intermediação do projeto de apoio ao microcrédito, com a elaboração de guias para a sociedade civil organizada.

Participou (2003) do Grupo de trabalho que deu origem ao primeiro banco brasileiro especializado em Microfinanças: o Banco Popular do Brasil. Foi gerente da área de desenvolvimento de produtos e serviços de Microfinanças e de Microcrédito do Banco Popular do Brasil (2005 a 2006).

Ex-presidente da Associação Brasileira de SEBRAES ESTADUAIS – ABASE , compôs (2006) a equipe responsável pelo Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado, no Ministério do Trabalho e Emprego. Foi ainda assessor master da Diretoria de Micro e Pequenas Empresas do Banco do Brasil (2007).

Arthur Bernardes

Atual secretário de Economia e Desenvolvimento Sustentável, Arthur Bernardes será transferido para a Secretaria de Justiça.

Advogado tributarista, com especialização em políticas públicas, Bernardes, que nasceu em Brasília, trabalhou na Secretaria de Ensino Médio e Tecnológico do Ministério da Educação em 2001 nas áreas de capacitação, desenvolvimento e ensino tecnológico.

Foi consultor do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD 2001-2002) e integrou o conselho deliberativo do Sebrae no Distrito Federal (2007).

Além disso, foi diretor, chefe de gabinete e, em seguida, administrador Regional de Ceilândia, a maior Região Administrativa do Distrito Federal, que completa 46 anos nesta segunda-feira.

Bernardes ocupou ainda os cargos de secretário-geral e diretor de Desenvolvimento Urbano e Ambiental (2009 -2010) na Companhia de Planejamento do DF (Codeplan).

Edval de Oliveira Novaes Júnior

Ex-subsecretário de Comando e Controle do Estado do Rio de Janeiro, na gestão do secretário de Segurança Pública José Mariano Beltrame, o delegado da Polícia Federal Edval de Oliveira Novaes Júnior assumirá a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Paz Social do Governo de Brasília.

No cargo ocupado no Governo Fluminense, Edval Novaes, que é o atual secretário de Segurança da Prefeitura de Duque de Caxias, implantou o Centro Integrado de Comando e Controle da Secretaria de Segurança.

Trata-se do órgão central das atividades de comando e controle das ações de segurança, mobilidade urbana e defesa social no Rio para a Copa das Confederações, Copa do Mundo de 2014, Jornada Mundial da Juventude, com a visita do Papa Francisco, e Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Ainda como Subsecretário, esteve no comando da Subsecretaria de Inteligência (2007 a 2008). Formado em Direito pela Universidade de Caxias do Sul, ficou na ativa como tenente do Exército Brasileiro por um período de cinco anos – hoje está na reserva não remunerada.

Foi responsável pelo projeto de atualização do Sistema de Radiocomunicação Crítica das forças de segurança, que abrigou as radiocomunicações do Comitê Organizador dos Jogos Rio 2016. Tal projeto foi premiado pela “International Critical Communications Awards 2016 – Best Use of Control Room Systems”.

Francisco Dutra e Millena Lopes
Jornal de Brasilia

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo