Metrô reduziu gastos em 2016, sem prejuízos à operação

Apenas com a relicitação de contratos com empresas que dão suporte, economia ultrapassou R$ 58 milhões.

A Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô) reduziu em R$ 58,3 milhões os gastos com manutenção em 2016.Trem do Metrô-DF passa por Águas Claras. Foto: Andre Borges/Agência Brasília – 7.4.2016

No ano passado, foram R$ 147,3 milhões despendidos com essa finalidade, enquanto em 2015 o aporte ficou em R$ 205,6 milhões.

A diminuição não resultou em qualquer tipo de prejuízo ao sistema e foi possível graças à relicitação de diversos contratos com empresas que dão suporte em equipamentos, instalações e operacionalização dos carros.

As informações estão descritas no Relatório de Atividades da Administração do Metrô, publicado no Diário Oficial do DF (DODF) desta sexta-feira (24).

O documento traz outra boa notícia: o Metrô dependeu menos de repasses do Executivo em 2016 para se manter.

Enquanto em 2015 o governo transferiu R$ 283,9 milhões para fazer o sistema funcionar, no ano passado foram R$ 209,5 milhões.

A economia de R$ 74,4 milhões pôde ser usada em outras áreas sensíveis do governo, sem detrimento ao pleno funcionamento do Metrô.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo