Publicidade sobre violência contra a mulher foi além do discurso

Campanha criada pela Propeg para o Governo de Brasília divulga o "Disque Direitos Humanos da Mulher" e ajuda vítima de cárcere privado a contatar a polícia.

Uma campanha publicitária de utilidade pública para a conscientização da violência contra a mulher tem conseguido fazer a diferença no Distrito Federal. A ação foi criada pela Propeg para promover o “Disque Direitos Humanos da Mulher”, um canal de denúncias lançado em 2012 pela Secretaria de Estado da Mulher e Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan). Com o objetivo de impactar toda a população, especialmente aqueles que presenciam algum tipo de agressão, mas não denunciam, a publicidade ajudou uma mulher de 64 anos que estava em uma situação de cárcere privado a ser resgatada.

O caso aconteceu em Brazlândia (DF) e teve muita visibilidade na imprensa. Presa por cerca de seis meses dentro de casa pelo companheiro, a idosa assistiu ao comercial na televisão e conseguiu ligar para o número 156 opção 6 pedindo socorro. Uma equipe de policiamento foi acionada e libertou a vítima após arrombar o portão do imóvel, que estava em condições insalubres.

Pesquisa divulgada em março deste ano aponta que uma em cada três brasileiras sofrem algum tipo de violência*. Muitas vezes, essas agressões - que podem ser desde ofensas verbais e ameaças de violência física até lesão corporal e homicídio -, são presenciadas por outras pessoas que, por algum motivo, não denunciam às autoridades. Com o conceito “Denuncie a violência contra a Mulher. Não se torne cúmplice.”, a Propeg desenvolveu um trabalho que abrangeu todo o Distrito Federal com filme de 60” para TV aberta e fechada, spot para rádio, cartaz, painel de metrô, envelopamento de metrô, banner de internet, mini outdoor social (que envolve a população das comunidades) e peças digitais out of home (DOOH).

De acordo com Bertone Balduíno, diretor de criação da Propeg, “a estratégia partiu de uma verdade: quem fica em silêncio diante da violência contra a mulher acaba se tornando cúmplice deste crime. E foi justamente dessa verdade que o conceito da campanha nasceu”. Bertone conta ainda que toda a agência ficou comovida com o resgate ocorrido em Brazlândia. “O caso só mostra como é importante criar peças eficientes e que coloquem os números de disque-denúncia sempre ao alcance de toda a população. Se o nosso trabalho conseguiu livrar pelo menos uma mulher de uma situação de violência, nosso dever foi cumprido com excelência”, diz.

Para Thiara Zavaglia, subsecretária de publicidade do Governo de Brasília, a campanha é o retrato do momento de transformação pelo qual sociedade brasileira está passando. “Aos poucos, a população não está mais deixando passar em branco essas situações de abuso e violência. Temos vários canais para denunciar casos de violência contra a mulher, de homofobia, de racismo etc. e, cada vez mais, as pessoas estão entrando em contato para denunciar. E esse é o melhor resultado que campanhas de utilidade pública como essa podem trazer”.

* Pesquisa feita pelo Datafolha e encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança.

Ficha técnica:
Agência: Propeg 
Título da Peça: “Violência contra a mulher”
Cliente: Casa Civil do Distrito Federal
Produto: Institucional
Vice-Presidente de Atendimento e Gestão: Vitor Barros
Vice-Presidente de Criação: Emerson Braga
Direção de Criação: Bertone Balduino
Direção de Arte: Pedro Chequer
Redação: Thiago Rezende
Diretora de Operações: Renata Sanchez
Diretora de Atendimento: Liana Bonaccorsi
Mídia: Bruna Rosse
Produção RTVC: Wagner Moreira
Produtora de Filme: Head Produção de Filmes, Vídeos e Fotos
Direção do Comercial: Gabriel Cupaiolo
Diretor de fotografia: Leo Kawabe
Produtora de Áudio: Ritmika Audio Arts
Direção do Áudio: Henrique Tanji
Aprovação: Thiara Zavaglia, Alane Fernandes e Leonardo Garofalo

# Filme: https://www.youtube.com/watch?v=cVJCQpQg2DI
# Matéria sobre o resgate: http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/trancada-ha-seis-meses-mulher-e-resgatada-em-brazlandia-no-df.ghtml?utm_source=whatsapp&utm_medium=share-bar-smart&utm_campaign=share-bar

Por: Thais Coimbra

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo