Troféu Mulher premia 11 nomes de destaque em assistência social no País

Colaboradora do governo de Brasília Márcia Rollemberg foi uma das agraciadas na cerimônia, que ocorreu no auditório Parlamundi, nesta quinta-feira (26);

Em reconhecimento a obras sociais desenvolvidas no Brasil, foram entregues a nomes de destaque os 11 prêmios do Troféu Mulher 2017, na noite desta quinta-feira (27). A cerimônia ocorreu no Auditório Austregésilo de Athayde do Parlamento da Fraternidade Ecumênica (Parlamundi), da Legião da Boa Vontade.A colaboradora do governo Márcia Rollemberg recebeu o Troféu Mulher 2017 nesta quinta-feira (27). Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

Organizada pela Academia Internacional de Cultura, a 20ª edição da premiação contou com a presença do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, que participou da mesa de entrega dos troféus.

“Cumprimento todas as mulheres homenageadas pelo trabalho e dedicação na atividade profissional — e além dela —, em que desempenham ações para melhorar a qualidade de vida da população”, enfatizou ele.

As premiações contemplaram profissionais que fizeram a diferença por trabalhos assistenciais nas áreas em que atuam. Primeira a receber o troféu, a colaboradora do governo Márcia Rollemberg destacou a importância desse reconhecimento.
"Cumprimento todas as mulheres pelo trabalho e dedicação na atividade profissional — e além dela —, em que desempenham ações para melhorar a qualidade de vida da população"Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

“Quando a gente vê mais mulheres protagonistas, com mais igualdade de gênero na sociedade, certamente vemos sociedades mais justas, humanas e amorosas. Também saúdo os homens que trabalham, respeitam e valorizam as mulheres”, destacou Márcia.

Uma das agraciadas foi Lúcia Bessa, pelo relevante serviço que prestou à sociedade, de outubro de 2015 a março de 2017, quando esteve à frente da Subsecretaria de Políticas para Mulheres, vinculada à Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.

As demais contempladas foram:
Julie-Pascale-Moudoute-Bell, embaixatriz do Gabão
Aline Lira Silva Macambira, médica cardiologista
Ana Margareth Campos Costa, empresária
Carmen Lúcia Silva de Antoni, pedagoga
Cleusa Carvalho, artista plástica
Isabel Almeida, jornalista
Letícia Vieira Pereira, odontóloga
Maria Olímpia Gardino, servidora da área de saúde
Sonia Couto, servidora do Senado Federal

Fundada em 1997, a Academia Internacional de Cultura é uma entidade civil sem fins lucrativos que premia méritos em artes, música, ciência e diplomacia.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo