Merenda com pipoca e suco em escola de Ceilândia vira alvo de críticas

Pais e professores da Escola Classe 47 de Ceilândia estão insatisfeitos com a merenda escolar servida na unidade de ensino. No lugar de refeição, as crianças receberam pipoca e suco no lanche desta quinta-feira (25/5).

De acordo com a denúncia encaminhada pelos pais aos Sindicato dos Professores (Sinpro) e recebida pelo Metrópoles, o cardápio em diversas unidades da rede pública mudou radicalmente. Em vez de sopas, macarrão, arroz, carne, pães e frutas, agora, a pipoca também está entre as opções oferecidas pelas escolas.

Segundo o diretor do Sinpro Samuel Fernandes, isso nunca havia ocorrido antes. “Estamos preocupados poque pipoca não é uma boa opção para as crianças que, muitas vezes, fazem na escola a única refeição do dia. No início, pensamos que o problema seria pontual. Por falta de algum outro alimento, o lanche teria sido servido aos alunos. Hoje, recebemos outra denúncia de uma unidade de outra regional com o mesmo problema”, explicou.

Para o diretor do sindicato, é necessário que o governo forneça alimentação de qualidade todos os dias. “Isso é um absurdo. As crianças podem até gostar de pipoca, mas ela não pode ser considerada como uma refeição. Em muitos casos, não vai saciar pelo resto do dia. Não sustenta”, completou.

Fonte: Metrópoles

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo