Em almoço com o setor produtivo brasiliense, prefeito de São Paulo, João Dória, defende gestão eficiente para renovar a política

Foto: Divulgação

Durante almoço realizado pela Fecomércio-DF, Fibra e Grupo de Líderes Empresariais de Brasília (Lide), nesta quarta-feira (28), no Royal Tulip Brasília Alvorada Hotel, o prefeito de São Paulo, João Dória, disse que para o Brasil mudar a política é necessário que se tenha, cada vez mais, transparência, decência e uma boa gestão. O prefeito da maior metrópole da América Latina destacou as iniciativas da prefeitura de São Paulo que vem ganhando destaque em todo o País, tais como o projeto São Paulo Cidade Linda, que contempla limpeza e conservação e o projeto Corujão da Saúde, que acabou com a fila de espera para se fazer exames médicos. Dória também destacou para os empresários a importância da privatização de estatais para diminuir o Estado e aumentar a eficiência da administração pública.

Projetos inovadores 

Dória começou sua palestra para os presentes falando um pouco de sua paixão por Brasília e elogiando o trabalho da Fecomércio e da Fibra para modernizar a economia da capital da República. O prefeito de São Paulo afirmou que decidiu entrar na política para dar sua cota de contribuição para melhorar o País. O prefeito destacou que no começo das eleições as intenções de voto nele não passavam dos 2%. Em apenas dois meses, Dória foi eleito em primeiro turno com 53% dos votos. Segundo ele, o sucesso repentino na vida política veio pelas propostas claras e corajosas, além de mostrar que é possível se fazer uma nova política sem buscar os alicerces do passado.

Durante sua fala, o prefeito destacou suas ações à frente da prefeitura paulista. Ele abordou, principalmente, o projeto São Paulo Cidade Linda, que segundo ele, vem melhorando a cidade em vários aspectos.

“Ainda temos muito a fazer, mas nesses meses de trabalho São Paulo está mais bem apresentada. Estamos cuidando de pessoas com situação de rua, oferecendo roupa, alimento, garantindo toda a documentação necessária para que eles possam trabalhar. Ao longo da nossa gestão a meta é alcançar 20 mil moradores de rua, para que eles possam ter um emprego digno. Em quatro meses, já conseguimos que mil começassem a trabalhar”, afirmou.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo