Inscrições para a Rota do Artesanato no Setor Comercial Sul se encerram nesta quinta (27)

Primeira edição de agosto terá 25 vagas e ocorrerá nos dias 1º, 2 e 3. O cadastro deve ser feito pelo site da Secretaria Adjunta de Turismo.

Produtores de Brasília com carteira de artesão expedida pela Secretaria do Esporte, Turismo e Lazer podem se inscrever até quinta-feira (27) para a próxima edição da Rota do Artesanato, que será no Setor Comercial Sul, de 1º a 3 de agosto. São 25 vagas.Próxima edição da Rota do Artesanato será no Setor Comercial Sul de 1º a 3 de agosto. São 25 vagas. Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

O cadastro deve ser feito pelo site da Secretaria Adjunta de Turismo, e o anúncio dos selecionados será na sexta-feira (28), também no endereço eletrônico da pasta.

Organizada pela secretaria, a Rota do Artesanato foi criada para oferecer espaço de exposição e venda para trabalhadores manuais da cidade. São feitas edições de dois ou três dias na Galeria dos Estados, no Palácio do Buriti, no Setor Bancário Norte e no Setor Comercial Sul.

Toda a renda vai para os artesãos, sem que tenham de pagar imposto pela venda ou pelo uso da área pública.
Produtores tiram a carteira de artesão na Secretaria Adjunta de Turismo

Maria Margarida da Fonseca, artesã de tricô e de crochê de 65 anos, é um dos produtores brasilienses incentivados com a iniciativa.

“No máximo, eu vendia uma peça aqui e outra ali. Então me inscrevi e participei das feiras da rota. Não posso reclamar de quanto vendo”, comemora. Ela participou da última feira na Galeria dos Estados e já se inscreveu para a edição de agosto do Setor Comercial.
23Número de edições da Rota do Artesanato previstas para o segundo semestre de 2017

Para emitir a carteira e poder participar das edições do evento, ela entrou em contato e agendou uma visita na Secretaria Adjunta de Turismo (Eixo Monumental, Centro de Convenções Ulysses Guimarães), onde mostrou o material que produz. “Fui com agulha, linha e lã e fiz três peças na frente deles. Eles queriam ter a certeza de que sou eu quem produz o que vendo.”

Quando é impossível carregar o material para a sede, a equipe técnica visita os locais de produção. “Se uma pessoa usa tecelagem, não dá para trazer aqui porque é muito pesado. Nesses casos, a gente agenda a visita externa”, explica a gerente de Comercialização da pasta, Edna Kinoshita.
Rota do Artesanato rendeu R$ 131.473 no primeiro semestre de 2017

Uma média de 62 artesãos por mês participou da Rota do Artesanato no primeiro semestre de 2017. Com o projeto, as vendas renderam R$ 131.473 aos produtores de Brasília de fevereiro a junho.

No segundo semestre, os artesãos de Brasília já tiveram três oportunidades de participar das feiras. Apenas em julho, foram arrecadados R$ 22,4 mil em edições no Setor Comercial Sul (dias 4, 5 e 6 de julho), no Palácio do Buriti (dias 11, 12 e 13) e na Galeria dos Estados (dias 20 e 21).

Segundo Edna Kinoshita, a previsão é que haja 23 edições da Rota do Artesanato na segunda metade de 2017, que devem ser organizadas até dezembro.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo