Diretora diz que apenas alunas de manequim 34 e 36 podem usar leggings

Fala dela foi gravada por uma das alunas e áudio foi divulgado por jornal; no dia seguinte, ela pediu desculpas;
Pixabay

A diretora da uma escola da Carolina do Sul, Estados Unidos, quase foi demitida por ter dito a alunas entre 14 e 16 ue elas não poderiam vestir calças legging “a não ser que usassem 34 ou 36”.

Heather Taylor, da Escola Stratford, falou sobre o ‘dresscode’ na última quarta-feira, 23, e sua fala foi gravada por uma das alunas e divulgada pelo canal WCBD.

“Eu falei para vocês antes, eu vou falar agora: a não ser que vocês vistam 34 ou 36, se vocês vestirem algo assim, mesmo que não sejam gordas, vocês vão parecer gordas”, disse Heather, de acordo com o jornal.

As palavras da diretora causaram constrangimento nas alunas, e pais fizeram reclamações nas redes sociais e em jornais locais, acusando Heather de ‘bodyshaming’.

Uma aluna, Allison Veazy, disse à WCBD que ela se sentiu ‘rotulada’ com a fala da diretora. “Doeu muito, porque eu senti que o tamanho do meu manequim me faz ser menosprezada por alguém pelas roupas que eu visto. Eu visto leggings fora da escola e quando vou sair com meus amigos, e pensar que alguém acha que eu pareço com uma linguiça apertada dói muito”.

No dia seguinte, após a repercussão na mídia, Heather se desculpou pela recomendação que fez às alunas. Em um comunicado enviado à People, a diretora disse: “Ontem e na manhã de hoje, eu me encontrei com cada uma das meninas da Stratford. Eu fiz um comentário durante a reunião do primeiro ano e disse, do fundo do meu coração, que minha intenção não era ofender nenhuma das estudantes. Eu garanti-lhes que sou uma das maiores fãs delas e vou investir no sucesso delas”, disse Heather.

Fonte: Estadão Conteudo

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo