Governo dobra o número de centros interescolares de línguas desde 2015


Desde o início desta gestão, o governo de Brasília inaugurou oito centros interescolares de línguas (CILs). Com isso, o número de unidades no Distrito Federal dobrou em menos de três anos: para 16, o que representa um acréscimo de cerca de 10,5 mil vagas.

O CIL mais recente é o do Riacho Fundo II, aberto na segunda-feira (14). O centro funcionará apenas à noite, com aulas de inglês e espanhol. São 480 vagas. Em todo o DF, somente neste semestre, foram abertas 5.957 vagas para alunos da rede pública e 1.850 remanescentes à população em geral.

Segundo a diretora de Acompanhamento da Oferta Educacional, da Secretaria de Educação, Raphaela Cantarino, o trabalho do CIL é “de excelência”, o que sempre resulta em uma grande procura. “Só neste semestre, houve cerca de 44 mil solicitações para as 1.850 vagas abertas à comunidade.”

A prioridade é para alunos da rede pública, mas o atendimento a pessoas que não fazem parte dela é assegurado pela Lei nº 5.536, de 28 de agosto de 2015, sancionada nesta gestão. A norma estabelece que a comunidade tem direito às vagas remanescentes.
Os centros interescolares de línguas

Os CILs são centros especializados na aprendizagem de língua estrangeira, vinculados à rede pública de ensino do DF, por meio da Secretaria de Educação. São oferecidos cursos de inglês, espanhol, francês e alemão.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo