Situação de vigilantes demitidos gera embate entre distritais

Vigilante falou em defesa dos trabalhadores demitidos e foi criticado por Negreiros.

A situação dos vigilantes demitidos após a contratação de novas empresas de segurança pelo GDF gerou embate entre os deputados Chico Vigilante (PT) e Robério Negreiros (PSDB) na sessão desta terça-feira (29). A discussão foi acompanhada por cerca de 200 trabalhadores do setor que, das galerias do Plenário, manifestaram insatisfação com as demissões.

De acordo com Vigilante, as empresas que venceram as licitações não estão cumprindo o acordo regido por lei de recontratar, automaticamente, os vigilantes que trabalhavam na empresa que perdeu a concorrência. "A Confederal cumpriu o que determina a lei e recontratou todos os vigilantes, agora falta a Multserv e a Brasfort", cobrou o distrital, em meio a aplausos.

Já o deputado Robério Negreiros defendeu a abertura de licitações para renovar o quadro de vigilantes e teceu críticas à legislação citada e à atuação do colega, chegando a chamar o petista de mentiroso.

Lei 4.794/12 - De autoria do deputado Chico Vigilante, a Lei nº 4.794/12 determina o aproveitamento dos trabalhadores nos postos de trabalho quando há substituição de uma prestadora de serviço por outra, mediante nova licitação, como é o caso dos contratos de serviços de vigilância.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo