Vinte e um locais vão abrigar os Jogos Escolares da Juventude em Brasília

Após vistoria do Comitê Olímpico do Brasil, foram escolhidos os espaços que sediarão as disputas em 14 modalidades de 16 a 25 de novembro. Um deles é a pista de atletismo do Cief

Estão definidos os 21 espaços que sediarão os Jogos Escolares da Juventude em Brasília. De 16 a 25 de novembro, a cidade receberá a etapa para jovens de 15 a 17 anos. Nos locais, previamente vistoriados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), ocorrerão disputas em 14 modalidades.

Agência Brasília 
Após vistoria do Comitê Olímpico do Brasil, foram escolhidos os espaços que sediarão as disputas em 14 modalidades de 16 a 25 de novembro. Um deles é a pista de atletismo do Cief. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Dez deles são ginásios e outras áreas do governo local. Os demais, espaços esportivos de clubes, escolas particulares e uma universidade privada.

O Centro Integrado de Educação Física (Cief), na 907 Sul, por exemplo, será palco do handebol, do tênis de mesa e do atletismo. Cada modalidade coletiva terá quatro locais de competição. As enquadradas como individuais, com exceção do ciclismo, contarão com uma sede cada uma.

O Parque da Cidade será destinado para o vôlei de praia. O Complexo Aquático Cláudio Coutinho receberá a natação, e o Ginásio do Cruzeiro, a ginastica rítmica.

O Ginásio Nilson Nelson vai ser usado para jogos de handebol, assim como o Centro de Capacitação Física do Corpo de Bombeiros.
Para facilitar o transporte dos atletas e diminuir os custos, a disputa ficará concentrada na área central de Brasília

“Esses foram os espaços selecionados pelo COB. Fizemos um levantamento dos que atenderiam às regras oficiais”, explica Silvia Gontijo, membro do Comitê Organizador Local e da Secretaria do Esporte, Turismo e Lazer. Segundo a pasta, é feita uma avaliação quanto a reparos e adaptações necessários para sediar o torneio.

Outro ponto considerado na seleção dos locais foi a logística. Para facilitar o transporte dos atletas e diminuir os custos, a disputa ficará concentrada na área central da cidade.
Centro de Convenções funcionará como espaço de convivência das delegações

O Centro de Convenções Ulysses Guimarães terá dupla função. Além de abrigar o judô, a luta olímpica e o xadrez, o espaço funcionará como um centro de convivência.

Lá, as delegações vão fazer as refeições de almoço e jantar — o café da manhã será servido no hotel. Os custos de alimentação são arcados pelo COB. Apresentações culturais, biblioteca, palestra e pódio para premiações são exemplos do que os atletas encontrarão no local.
R$ 3 milhõesQuantia estimada para ser investida pelo governo de Brasília, com recursos do Fundo de Apoio ao Esporte

A estimativa é que o governo de Brasília invista cerca de R$ 3 milhões no evento, com recursos do Fundo de Apoio ao Esporte. O dinheiro deve ser destinado para áreas como transporte das delegações, estruturas temporárias e prestação de serviços de recursos humanos, como brigadistas e equipes de limpeza.
Hospital de Base e Hran serão referência durante os Jogos Escolares

Dois hospitais públicos serão referência durante a competição: os Hospitais de Base e o Regional da Asa Norte (Hran). O acordo de cooperação entre o governo de Brasília e o Comitê Olímpico do Brasil para o evento foi assinado em 27 de julho.

Desde 2005, quando o COB assumiu a frente dos Jogos Escolares da Juventude, Brasília recebeu as duas primeiras edições. Para a etapa de 2017, serão investidos pelo comitê cerca de R$ 8 milhões e utilizados 16 hotéis da cidade, com reserva de aproximadamente 27 mil diárias.

A expectativa da Secretaria do Esporte é que a capital receba mais de 3 mil alunos-atletas.
O que são os Jogos Escolares da Juventude

Os Jogos Escolares da Juventude são o maior celeiro de talentos olímpicos do País. A competição estudantil revela, a cada ano, novos nomes para o esporte.

Da delegação de 465 atletas do Time Brasil que participaram da Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro, 52 eram egressos dos Jogos Escolares da Juventude. Entre eles destacam-se Mayra Aguiar e Sarah Menezes, do judô, e Hugo Calderano, do tênis de mesa.

As etapas nacionais ocorrerão em duas capitais. Curitiba (PR) receberá os alunos de 12 a 14 anos, de 12 a 21 de setembro, e Brasília sediará a fase dos estudantes de 15 a 17 anos, de 16 a 25 de novembro.

Locais de competição:

Atletismo: Pista de atletismo do Centro Integrado de Educação Física (Cief)
Badminton: Ginásio da Asbac
Basquete: Ginásios do Colégio Dom Bosco e Marista, do Clube Vizinhança e do UniCeub
Ciclismo: Eixo Monumental e Praça Duque de Caxias, no Setor Militar Urbano
Futsal: Ginásios do Cruzeiro, do Colégio Maristão, do Clube do Rocha e da Asbac
Ginástica rítmica: Ginásio do Cruzeiro
Handebol: Ginásios do Nilson Nelson, do Cief e do Centro de Capacitação Física do Corpo de Bombeiros, e Centro de Convenções Ulysses Guimarães
Judô: Centro de Convenções Ulysses Guimarães
Luta olímpica: Centro de Convenções Ulysses Guimarães
Natação: Complexo Aquático Cláudio Coutinho
Tênis de mesa: Ginásio do Cief
Vôlei: Ginásios do Colégio Sagrada Família, da Escola Franciscana Nossa Senhora de Fátima, da AABB e do Clube do Exército
Vôlei de praia: Parque da Cidade
Xadrez: Centro de Convenções Ulysses Guimarães

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo