Seis curtas abriram programação do Troféu Câmara Legislativa

Sessões até sexta-feira (22), a partir das 18h30

A Mostra Brasília, que reúne os filmes concorrentes ao Troféu Câmara Legislativa, foi aberta na noite desta segunda-feira (18) com a exibição de seis curtas. A Mostra faz parte da programação oficial do 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Em sua 22ª edição, o Troféu será disputado por 14 filmes (quatro longas e 13 curtas), que concorrem a um total de R$ 240 mil em prêmios.

A Mostra Brasília prossegue até a próxima sexta-feira (22), com exibições a partir das 18h30, no Cine Brasília, com entrada franca. Os filmes ainda são reexibidos às 10h do dia seguinte ao da exibição no festival no auditório da Câmara Legislativa, para estudantes de escolas públicas e demais interessados. Confira a programação.

Este ano também serão realizados debates sobre os filmes de 19 a 26 de setembro, das 11h às 13h, no auditório da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília (UnB). A discussões mediadas pelos jornalistas especialistas em cinema Ulisses de Freitas, Ciro Marcondes e Pablo Gonçalo.

Estreia - A primeira noite da Mostra Brasília exibiu os filmes "O céu dos teus olhos", de Danilo Borges e Diego Borges; "O vídeo de 6 faces", de Maurício Chades; "Tekoha – som da terra", de Rodrigo Arajeju e Valdelice Veron; "UrSORTUDO", de Januário Jr; "Vilão", de Webson Dias, e "1 x 1", de Ramon Abreu.

Os trabalhos abordaram questões como direitos indígenas, violência urbana, desigualdade social, sistema prisional e poesia. Um problema técnico durante a exibição de "Tekoha – som da terra" irritou a plateia. Ao final da sessão, o filme foi reexibido.

Na abertura da noite, o apresentador do evento, o ator Murilo Grossi, agradeceu o incentivo dado pela Câmara Legislativa ao cinema local. Na opinião dele, o Troféu Câmara Legislativa é uma conquista para os produtores locais. Segundo o apresentador, graças a este apoio e ao FAC, Brasília já é o terceiro ou quarto polo de produção de cinema do País. Manifestações políticas também aconteceram nesta primeira noite. Grossi criticou o presidente Michel Temer por retirar incentivos à cultura. E na apresentação das equipes dos filmes, em vários momentos ouviu-se gritos de "fora Temer!".

Prêmios - O Troféu Câmara Legislativa do Distrito Federal foi criado em 1996 para fomentar a produção audiovisual brasiliense, assim como reconhecer novos talentos. Em seus 22 anos, 80 filmes foram premiados, e a CLDF entregou R$ 3 milhões em prêmios.

Nesta edição, as principais premiações do Troféu foram incrementadas: o melhor filme de longa-metragem escolhido pelo júri oficial receberá R$ 100 mil, e o melhor longa eleito pelo júri popular ganhará R$ 40 mil (confira aqui todos os prêmios).

Além disso, o longa vencedor da Mostra Brasília segundo o voto do público também receberá o Prêmio Petrobras de Cinema no valor de R$ 100 mil, para distribuição do filme em, pelo menos, dez salas de três localidades durante os primeiros 90 dias de lançamento comercial. A votação do júri popular será feita por meio eletrônico ao final de cada uma das sessões, por aplicativo no celular ou pelos totens disponíveis no local de exibição.

Assim como em anos anteriores, as empresas CiaRio e Naymar também vão premiar os filmes mais aclamados pelo público da Mostra Brasília. O melhor longa e o melhor curta segundo o júri popular vão receber o Prêmio CiaRio no valor de R$ 20 mil e R$ 8 mil, respectivamente, para a locação de equipamentos de iluminação, acessórios e maquinaria da Naymar.

Júri oficial - Três importantes nomes do cinema integram o júri oficial do 22º Troféu Câmara Legislativa. Os filmes vencedores da premiação serão escolhidos pelo cineasta e crítico de cinema Amir Labaki, pela diretora e roteirista Betse de Paula e pelo documentarista e professor Vladimir Carvalho (confira os currículos aqui). As produções vencedoras serão conhecidas no próximo dia 24, às 19h, na solenidade de encerramento do festival.

CLDF

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo