DF possui que cria política de doação de medula óssea

O Brasil possui o terceiro maior banco de doadores de medula óssea do planeta, no qual encontram-se cadastradas aproximadamente quatro milhões de pessoas. O país fica atrás apenas dos Estados Unidos e Alemanha. Essa excelente posição deve-se a existência de uma legislação moderna sobre o tema e a ações desenvolvidas pelos governos e a sociedade que contribuem para conscientizar a população sobre a necessidade de tal iniciativa em defesa da vida.

No Distrito Federal, por exemplo, encontra-se em vigor a Lei nº 5.343/2014, de autoria da deputada distrital Luzia de Paula, que estabelece diretrizes, objetivos e ações para a implantação da Política de Mobilização para Doação de Medula Óssea. O objetivo da norma, segundo a autora, é aumentar o número de doadores, incrementar as campanhas de incentivo e esclarecimento e divulgar e conscientizar a população sobre a importância e a necessidade das doações.

A parlamentar informa que a lei tem como principais diretrizes a integração da população com a Fundação Hemocentro de Brasília, a mobilização do setor de saúde para o funcionamento da política, o relacionamento com as políticas e ações do Sistema Único de Saúde, a articulação das áreas de governo e da sociedade e a divulgação estratégica dos procedimentos de doação.

“Embora os dados apontem o Brasil em uma situação melhor que outros países, não podemos negar que é preciso aumentar o número de doadores de medula óssea no Distrito Federal, cuja deficiência deve-se a pouca informação sobre a importância da doação para salvar vidas. Com isso, não temos dúvida de que a implementação de uma política que traga em seu bojo a realização de campanhas permanentes junto a população sobre a necessidade de praticar a doação, contribuirá para incrementar o cadastro de doadores e, logicamente, melhorar o atendimento das pessoas que se encontram na lista do GDF aguardando a disponibilidade de medula para o tratamento de sua saúde”, afirma Luzia de Paula.

A Fundação Hemocentro de Brasília informa que pode ser doadora a pessoa com idade entre 18 e 55 anos e que apresente bom estado geral de saúde (não ter doença infecciosa ou incapacitante). Uma vez cadastrada, a pessoa poderá ser chamada a doar, desde que identificada como compatível com algum paciente. A FHB-DF é localizada no Setor Médico Hospitalar Norte, Quadra 03, Conj. "A", Bloco 03, na Asa Norte. Para formação de grupos de doadores é bastante o interessado ligar para 3327-4413, 3327-4447 e 99136-2495 (WhatsApp).



© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.