Novacap ganha centro de treinamento de jovens aprendizes

Espaço que leva o nome do primeiro presidente da companhia, Israel Pinheiro, foi inaugurado nesta sexta-feira (19) pelo governador Rodrigo Rollemberg. Os 180 participantes do programa de capacitação vão se dividir entre os viveiros e a parte administrativa da empresa.

Para acolher jovens aprendizes na Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, inaugurou o Centro de Treinamento Israel Pinheiro nesta sexta-feira (19).Centro de treinamento de jovens aprendizes leva o nome do primeiro presidente da companhia, Israel Pinheiro, foi inaugurado nesta sexta-feira (19). Os 180 participantes do programa de capacitação vão se dividir entre os viveiros e a parte administrativa da empresa. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

O espaço fica na Quadra 6 do Park Way e conta com refeitório, salas de apoio administrativo do programa e vestiários masculino e feminino. O nome homenageia o primeiro presidente da Novacap.

A inauguração ocorreu com a apresentação de 180 jovens aprendizes, de 15 a 24 anos, que integram o programa coordenado pela Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração e que vão trabalhar na Novacap.

“A beleza dos canteiros é marca registrada da cidade, vista por brasilienses e por brasileiros e estrangeiros que vêm nos visitar, e vocês terão orgulho de trabalhar com isso”, disse Rollemberg, que também falou sobre a importância de Israel Pinheiro na construção de Brasília.

A maior parte dos aprendizes vai atuar na produção de mudas nos viveiros da empresa. Serão cem no Viveiro I, com quatro monitores, e 50 no Viveiro II, com dois monitores.
“A beleza dos canteiros é marca registrada da cidade, vista por brasilienses e por brasileiros e estrangeiros que vêm nos visitar, e vocês terão orgulho de trabalhar com isso”Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

Outros 31 jovens, de 15 a 18 anos, ficarão na sede da Novacap para trabalhar na área de serviços administrativos. Todos têm contratos de até dois anos e jornada diária de 4 horas.

Já os que têm de 18 a 24 anos, lotados nos viveiros, têm contrato de até onze meses com carga horária de 6 horas por dia (das 8 às 14 horas). Eles vão atuar na jardinagem monitorados por profissionais com experiência na área.

O contrato dos jovens aprendizes foi firmado simbolicamente na cerimônia. Assinaram o documento o governador; o diretor-presidente da Novacap, Júlio Menegotto; a colaboradora do governo Márcia Rollemberg; o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Antônio Coimbra; e a presidente da Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração, Aline Ponte.

Foi dado, ainda, um certificado de reconhecimento ao estudante de contabilidade Thiago Passos Militão, de 20 anos. Ainda no ensino médio, ele trabalhou como jovem aprendiz na Novacap, onde também atuou como estagiário.

“Meu trabalho no governo abriu portas no mercado de trabalho. Hoje, estou empregado em um hospital, antes mesmo de terminar a faculdade”, disse o jovem.
Aprendizes terão treinamento semanal

Toda semana eles terão treinamento na Rede Nacional de Aprendizagem para receber orientações sobre mercado de trabalho, leis trabalhistas, comportamento, horário, como fazer memorandos, despachos, ofícios.

O treinamento para os jovens lotados nos Viveiros ficará a cargo de uma bióloga, que ensinará técnicas do serviço que os viveiros exigem. Essa capacitação para os jovens é feita por escala às quartas, quintas e sextas-feiras.

“O viveiro tem capacidade de produzir até 12 milhões de mudas por ano. O jovem aprendiz tem papel fundamental: é ele o responsável pela semeadura”, observou o diretor-presidente da Novacap, Júlio Menegotto.

Luana Gonçalves Garcia, de 18 anos, ficará no viveiro do Núcleo Bandeirante. “Eu já tinha trabalhado pelo Jovem Candango, no Palácio do Buriti, e sabia que era uma boa oportunidade”, disse a moradora de Samambaia Norte.
“O viveiro tem capacidade de produzir até 12 milhões de mudas por ano. O jovem aprendiz tem papel fundamental: é ele o responsável pela semeadura”Júlio Menegotto, diretor presidente da Novacap

Os amigos Adrian Ferreira, de 15 anos, e Wenzel Teixeira, de 16 anos, serão jovens aprendizes pela primeira vez. Ambos souberam da vaga também pela internet.

Menores de idade, eles ficarão na sede da Novacap. “Quero ficar mais independente dos meus pais”, afirmou Wenzel, que mora com mãe, pai e duas irmãs em Ceilândia. “E eu quero ajudar logo nas contas de casa”, disse Adrian, que reside no Núcleo Bandeirante com a mãe e três irmãos.

O chefe do Executivo local destacou a importância que o governo dá aos jovens e às crianças ao criar oportunidades na educação e no mercado de trabalho. “Temos o programa Jovem Candango, com 1.590 jovens trabalhando no governo, temos o #Boravencer e agora o Jovem Aprendiz na Novacap, além do Qualifica Brasília”, listou.

Rollemberg falou também da universalização da educação infantil no DF. “Pela primeira vez, todas as crianças de 4 e 5 anos, cujos os responsáveis entraram em contato com o telematrícula, estão matriculadas na rede pública.”

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.