Água e saneamento serão foco de debates no Planeta ODS

Governador Rodrigo Rollemberg participou, nesta segunda (19), da abertura do evento, no Planetário de Brasília. Atividades gratuitas vão até sexta (23).

Estão abertas oficialmente as atividades do Planeta ODS, evento que faz referência aos objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).Atividades do Planeta ODS foram abertas na noite desta segunda-feira (19) no Planetário de Brasília. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Até sexta (23), o público que passar pelo Planetário de Brasília terá acesso a uma série de iniciativas gratuitas focadas no objetivo de número 6 (ODS 6) da entidade internacional: água potável e saneamento.

Para o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, o evento é resultado da política de cooperação característica das ações de governo. “Estamos sintonizados com os objetivos de desenvolvimento sustentável e acreditamos no surgimento de uma nova consciência oriunda da troca de experiências”, reforçou.

O chefe do Executivo destacou os investimentos em saneamento e captação no Distrito Federal. “Outra ação dentro dos objetivos de compartilhamento de água foi a desobstrução da orla do lago Paranoá, demanda histórica da população”, enfatizou.
"Estamos sintonizados com os objetivos de desenvolvimento sustentável e acreditamos no surgimento de uma nova consciência oriunda da troca de experiências"Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

O lançamento contou com a presença de autoridades diplomáticas e representantes de organismos internacionais. “Somos todos água, e, nesta semana, seremos todos Planeta ODS”, disse a secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leany Lemos, ao dar boas-vindas aos participantes.

Ela destacou o alinhamento entre as políticas de governo e a Agenda 2030 da entidade internacional, com ações que têm como objetivo transformar Brasília em uma cidade sustentável.

O espaço será palco de ampla discussão do objetivo de número 6 e dos desdobramentos acerca do tema. “ Os ODS estão todos integrados, indivisíveis, assim como as políticas publicas devem ser”, defendeu Niky Fabiancic, coordenador-residente do Sistema Nações Unidas e representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) no Brasil.

“A Agenda 2030 é mais que um compromisso, é uma oportunidade para o Brasil focar nos assuntos fundamentais para o desenvolvimento”, reconheceu o secretário de Articulação Social da Secretaria de Governo da Presidência da República, Henrique Villa, que destacou a importância da iniciativa para Brasília.

O diretor-presidente da Adasa, Paulo Salles, reforçou que o objetivo do fórum dialoga integralmente com os do desenvolvimento sustentável e com o tema do evento: Compartilhando Água. “Vamos falar sobre compartilhar os direitos, o uso e os benefícios. Só com o diálogo podemos abrir os caminhos pada uma cultura de paz”, pontuou.

O encontro, paralelo ao 8º Fórum Mundial da Água, que ocorre no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, é uma parceria do governo de Brasília, por meio da Assessoria Internacional, com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

As atividades incluem mesas-redondas, exibição de filmes de curta-metragem e fulldome — tecnologia em que as películas são exibidas em uma tela semiesférica com sons e imagens de alta qualidade que confundem os sentidos.
Ações do governo de Brasília estão alinhadas aos ODS

O Executivo local aderiu à Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) em 24 de outubro de 2016. Em fevereiro deste ano, foi criado um grupo de trabalho para monitorar o desenvolvimento das metas propostas pelo organismo internacional.

Entre as ações desenvolvidas pelo governo de Brasília que vão ao encontro dos objetivos do desenvolvimento sustentável estão:
Desobstrução da orla do Lago Paranoá
Estratégia Saúde da Família
Entregas de escrituras
Fechamento do lixão da Estrutural
Programas Criança Candanga e Brasília Cidadã
Universalização da educação infantil para crianças de 4 e 5 anos
O que é o Fórum Mundial da Água

Criado em 1996 pelo Conselho Mundial da Água, o fórum foi idealizado para estabelecer compromissos políticos acerca dos recursos hídricos. A oitava edição acontece no Mané Garrincha, com a Vila Cidadã, e no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, onde se concentram as palestras e os painéis.

Em Brasília, ele é organizado pelo Conselho Mundial da Água, pelo governo local — representado pela Adasa-DF — e pelo Ministério do Meio Ambiente, por meio da ANA.

O fórum ocorre a cada três anos e já passou por Daegu, Coreia do Sul (2015); Marselha, França (2012); Istambul, Turquia (2009); Cidade do México, México (2006); Kyoto, Japão (2003); Haia, Holanda (2000); e Marrakesh, no Marrocos (1997).

Leia o pronunciamento do governador Rodrigo Rollemberg na abertura do Espaço ODS no Planetário.


Planeta ODS

Visitação: de 20 a 23 de março (de terça a sexta-feira)

Acesso livre mediante inscrição

Veja a programação completa

Planetário de Brasília (Eixo Monumental, próximo ao Centro de Convenções Ulysses Guimarães)

8º Fórum Mundial da Água

Até 23 de março (sexta-feira)

No Centro de Convenções Ulysses Guimarães e no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.