Serviços do governo de Brasília funcionam normalmente na manhã desta terça (29)

Duas escolas não retomaram as aulas. Diretores das unidades, no Gama e em Brazlândia, deverão apresentar justificativa e calendário de reposição.

No primeiro dia de retorno dos serviços do governo de Brasília, as operações transcorreram normalmente. Aulas nas escolas públicas e atendimentos ambulatoriais, suspensos em decorrência da paralisação nacional dos caminhoneiros, funcionaram nesta terça (29).As aulas da rede pública de ensino do DF, suspensas por causa da paralisação nacional dos caminhoneiros, foram retomadas nesta terça-feira (29). Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Dois colégios não retomaram as atividades: o Centro de Ensino Médio 1, no Gama, e o Centro Educacional 2, em Brazlândia. As respectivas direções terão de enviar justificativa, além do calendário escolar para reposição das aulas. As regionais de ensino vão fiscalizar as reposições, que precisam ocorrer antes do recesso de julho.

Na saúde, os atendimentos das unidades básicas (UBS), as consultas ambulatoriais em hospitais e policlínicas e os serviços das farmácias especializadas voltaram a ocorrer. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também restabeleceu o funcionamento completo, exceto para transporte eletivo de pacientes entre hospitais e unidades de pronto-atendimento (UPAs).

Permanecem suspensas as cirurgias e os procedimentos programados. Isso porque a prioridade segue no atendimento de urgência e emergência, até que o abastecimento seja normalizado. A medida visa à manutenção dos estoques de medicamentos e insumos hospitalares. A exceção são os procedimentos cirúrgicos feitos no Instituto Hospital de Base, na Asa Sul.

Os responsáveis pelas marcações de consultas dos hospitais entrarão em contato com os pacientes para reagendar os procedimentos.

Ficou determinado ainda que os superintendentes das regiões de Saúde devem otimizar a força de trabalho, com autorização para remanejar servidores entre as unidades.

A frota de ônibus rodou normalmente nesta segunda, sem prejuízo para as escalas. O metrô também manteve a ampliação no horário de pico em uma hora de manhã e outra à tarde.A frota de ônibus rodou normalmente nesta segunda, sem prejuízo para as escalas. Foto: Tony Winston/Agência Brasília
Leitura de consumo mensal da Caesb é suspensa

A Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb) suspendeu a leitura de hidrômetros no Park Way neste mês em decorrência da falta de combustível.

A empresa pública explica que, em alguns locais, o deslocamento para a aferição do consumo é feito em motocicletas.

A Caesb fará o cálculo das contas pela média histórica do imóvel. Quem não concordar poderá repassar o número registrado no hidrômetro pelo e-mail caccn@caesb.df.gov.br ou pelo telefone 115, até 25 de junho. É preciso informar a inscrição ou endereço do imóvel, o número registrado no hidrômetro e a data do registro.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.