Brasília terá instituto de promoção da língua e cultura coreana


Imagem: www.koreabizwirered.com
Instituto Rei Sejong funcionará nas dependências da UnB a partir de agosto e vai oferecer cursos de língua coreana. Grande evento está marcado para o dia 3, com atração internacional de música e dança do país.

A capital federal passa a contar, a partir do dia 3 de agosto, com um centro de promoção da língua e da cultura da Coreia. Trata-se do Instituto Rei Sejong, que será instalado nas dependências da Universidade de Brasília (UnB) e oferecerá cursos da língua coreana aos estudantes da universidade e também para a comunidade interessada. O nome do instituto é em homenagem ao rei homônimo responsável pela criação do alfabeto coreano, o hangul. 

A instalação do Instituto em Brasília é possível graças à parceria firmada em agosto de 2017 entre a Korea Brazil Society (Kobras), a UnB, a Fundação King Sejong e o Ministério da Cultura, Esporte e Turismo da Coreia. A Embaixada da República da Coreia, com sede na capital federal, auxiliou nos trâmites da cooperação. 

Este é o quarto Instituto Rei Sejong instalado no Brasil e o primeiro da região Centro-Oeste. Além da nova unidade em Brasília, o Instituto está presente também na Universidade Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, na Universidade de Campinas (Unicamp) e no Centro Cultural Coreano em São Paulo. 

Abertura oficial 

A cerimônia de abertura será realizada no dia 3 de agosto (sexta-feira) às 16 horas no Anfiteatro 10, no Instituto Central de Ciências (ICC), Ala Sul da UnB, e contará com a participação do presidente da Kobras, Shin-Won Choi, do embaixador da República da Coreia no Brasil, Chan-Woo Kim e da reitora da UnB, Marcia Abrahão, além de outras autoridades, convidados, alunos e comunidade. 

Para o embaixador Chan-Woo Kim, a instalação do Instituto Rei Sejong em Brasília representa o fortalecimento dos laços de amizade entre Brasil e Coreia, na medida em que oportunizará mais brasileiros a aprenderem a língua e a cultura coreana. “Temos percebido, a cada ano, um interesse maior dos brasileiros em aprender o nosso idioma e de se aproximar da nossa cultura. Esse instituto deixará nossos países ainda mais próximos”. 

Atrações culturais 

Ao longo de todo o dia 3 de agosto, a UnB contará ainda com eventos de promoção da cultura coreana, organizados pela Embaixada da República da Coreia. Das 10h às 18h, a entrada do ICC Sul receberá um grande telão com vídeos sobre o país; haverá a exposição fotográfica “Um olhar brasileiro sobre a Coreia”, de Bruno Giglio, carioca que trocou o país natal pela Coreia. 

Também será possível conferir uma mostra de livros de autores coreanos traduzidos para a língua portuguesa; participar de degustação de comidas típicas às 12h, como o bibimbap (arroz mexido coreano) e o bulgogi (carne bovina ao óleo de gergelim), e muitas outras atividades culturais, entre elas vestimentas tradicionais, como o hanbok, e jogos folclóricos, como o tuho e o jegichagi. 

No mesmo dia, às 17h, o Anfiteatro 9, também no ICC, recebe grande apresentação de música e dança do famoso casal coreano Poppin Hyun-Joon Nam e Aeri Park. A dupla vai apresentar um gênero dramático de música folclórica famoso na Coreia, o Pansori. Essa atração está sujeita à lotação do auditório, que tem capacidade para 250 pessoas. A entrada é gratuita. 

Instituto Rei Sejong na UnB 

Neste semestre, apenas os estudantes da UnB terão acesso à nova instituição, mas a finalidade do Instituto Rei Sejong é oferecer, no ano que vem, cursos de língua coreana para a comunidade interessada, de forma gratuita. Os alunos da UnB terão à disposição duas turmas de nível básico da língua coreana, por 15 semanas. 

O presidente da Kobras, Shin-Won Choi, explica que, com a chegada do Instituto ao Distrito Federal, a expectativa é expandir as ações. “Podemos dizer que o Instituto Rei Sejong em Brasília não será somente um centro de língua, mas um instrumento que contribuirá também para a instalação do curso superior de língua coreana na UnB no futuro, reforçando o intercâmbio e a cooperação entre os dois países. As expectativas são bastante altas”, afirma, acrescentando que a Kobras tem ainda o objetivo de levar o instituto às regiões Norte e Nordeste. 

Atualmente existem 174 Institutos Rei Sejong em 57 países e, em todos eles, é possível estudar com o mesmo currículo, padronizado pela Fundação King Sejong. Somente em maio deste ano foram criados 16 novos institutos em todo o mundo, possibilitando a aproximação cultural coreana aos estrangeiros. 

Korea Brazil Society 

Korea Brazil Society (Presidente Sr. Shin-Won Choi, CEO da SK Networks) é uma entidade sem fins lucrativos do Ministério da Diplomacia da Coreia e foi fundada em junho de 2011 como uma ONG. Visa promover cooperação entre Brasil e Coreia em diversas áreas como economia, sociedade, cultura, educação, com o objetivo de expandir o intercâmbio e a cooperação, estreitando os laços de amizade das duas nações. 

Instituto Rei Sejong 

Instituto Rei Sejong dedica suas atividades na promoção do intercâmbio cultural por meio da educação da língua coreana. Sua designação e gestão são controladas pela Fundação King Sejong, a qual é fomentada pelo Ministério da Cultura, Esporte e Turismo da Coreia. 

SERVIÇO 

Inauguração Instituto Rei Sejong em Brasília | 3 de agosto – 16h
Cerimônia às 16h, Anfiteatro 10, ICC Sul, UnB 
Inauguração Instituto Rei Sejong em Brasília | 3 de agosto – 17h
Apresentação de música e dança coreana às 17h, Anfiteatro 9, ICC Sul, UnB 
Inauguração Instituto Rei Sejong em Brasília | 3 de agosto, ao longo do dia
Atividades culturais das 10h às 18h, ICC Sul, UnB
Degustação de comidas típicas às 12h

Informações para imprensa 
Elton Pacheco
Departamento de Cultura e Comunicação
Embaixada da República da Coreia
61 3421-0337 | 9.98134-0720 | eltonpacheco@mofa.or.kr


© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.