Custo do voto dos deputados federais eleitos no DF varia entre R$ 3 e R$ 70

Celina Leão teve o voto mais caro do DF e Bia Kicis, o mais barato.

O cálculo considera os valores informados à Justiça Eleitoral divididos pelo número de votos nominais conquistados por candidato. Dados foram coletados na base do Tribunal Superior Eleitoral.

Segundo informações coletadas no divulgacand, plataforma online de prestação de contas, os oito parlamentares eleitos gastaram um montante de pouco mais de R$ 11 milhões. Destes, R$ 7,1 milhões oriundos de financiamento público, tanto do Fundo Especial de Financiamento de Campanha – FEFC, quanto do fundo partidário.

Celina Leão empenhou R$ 70 para cada um dos 31.610 votos que obteve no pleito. A parlamentar gastou, ao todo, R$ 2,2 milhões. O voto mais barato registrado é o da deputada Bia Kicis, chegando a pouco mais de R$ 3,50. A terceira colocada investiu a menor quantia dentre os eleitos; R$ 320.714,03.

O único parlamentar que não fez uso de verba pública para a eleição foi Luis Miranda (DEM).

Confira Ranking de gastos:

Celina Leão (PP) – R$ 70,26

Paula Belmonte (PPS) – R$ 54,26

Flávia Arruda (PR) – R$ 19,81

Júlio César (PRB) – R$ 19,74

Érika Kokay (PT) – R$ 12,16

Israel Batista (PV) – R$ 10,31

Luis Miranda (DEM) – R$ 8,15

Bia Kicis (PRP) – R$ 3,58

Fonte: Brasilia Capital

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.