Governo do DF faz 16 cirurgias em primeiro dia de mutirão; pacientes já estavam internados

Secretaria de Saúde contabiliza 10 cirurgias cardíacas e seis ortopédicas. Pasta ainda não divulgou quantos pacientes serão beneficiados.

Por Mateus Rodrigues, G1 DF

Fachada do Instituto Hospital de Base do Distrito Federal — Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

Dezesseis cirurgias foram marcadas – e realizadas – no primeiro dia do mutirão anunciado pelo governo do Distrito Federal, nesta terça-feira (8). O número, segundo a Secretaria de Saúde, inclui dez procedimentos cardíacos e seis ortopédicos.

Em todos esses casos, os pacientes já estavam internados na rede pública e com os exames pré-operatórios em dia. O governo garante, no entanto, que as cirurgias só foram marcadas nesta terça, graças às escalas ampliadas do mutirão.

As cirurgias cardíacas foram feitas no Instituto de Cardiologia do DF, e as ortopédicas, no Instituto Hospital de Base. Os detalhes dos casos atendidos não foram divulgados.

Até as 19h, a Secretaria de Saúde ainda não tinham um balanço do total de cirurgias e exames agendados nesta terça, como resultado do mutirão. A pasta diz trabalhar na "organização da lista unificada desses procedimentos", que deve ser divulgada até o fim da semana.

O mutirão foi anunciado por Ibaneis no primeiro dia de governo, na última quarta (2), e lançado oficialmente nesta segunda (7). Segundo o governador, o “terceiro turno de expediente” – o trabalho noturno de servidores da saúde – também começa já nesta semana.

“Já foram comprados os insumos. Eu tenho certeza que essa semana não só as cirurgias cardíacas, mas todo o plantão e toda extensão de horário, terceiro turno na rede pública também, tudo isso vai começar a funcionar para cuidar das nossas famílias e das nossas cidades", declarou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.