Tranquilidade e rapidez marcam primeiro dia de vacinação contra influenza

Resultado de imagem para vacinação gripe 2019
Início da ação é voltada para crianças e gestantes
*AGÊNCIA BRASÍLIA

O primeiro dia da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza transcorreu tranquilamente nas unidades de saúde do Distrito Federal. Pais com crianças e gestantes marcaram presença na imunização, nesta quarta-feira (10), e elogiaram a rapidez com que foram atendidos pelos profissionais de saúde.

Para a servidora pública Raíssa Gurgel, 33 anos, que levou seu filho Mateus, de um ano de idade, para ser vacinado na policlínica da Quadra 514 da Asa Sul, a espera pela vacina foi tranquila. “Fomos bem atendidos, com muita cordialidade. E foi importante vacinar porque, quanto mais pessoas imunizadas, menor o risco de uma contaminação”, lembra a servidora.

A agilidade do procedimento na policlínica também foi elogiada por Kelly de Moraes, 31 anos. “Achei bem rápido. Esperava que seria mais demorado, mas foi bem tranquilo. Aproveitaram a oportunidade e atualizaram o cartão de vacina dela”.

Na Unidade Básica de Saúde 1 da Asa Sul o cenário foi semelhante. A fila de pessoas que se formou no início da manhã rapidamente foi atendida. Quem agradeceu pela agilidade foi a servidora pública Angélica Gomes, 31 anos, gestante de 36 semanas. “Fui muito bem atendida, e de forma bem célere. Aproveitei e tomei outras vacinas que precisava”, disse.

CAMPANHA

Até 21 de abril, a campanha do Ministério da Saúde será focada na imunização de crianças de seis meses a menores de seis anos e mulheres grávidas que, historicamente, são o público com menor índice de vacinação dentre o público-alvo. A meta estipulada pelo governo federal é vacinar 90% deles.

Além disso, o Ministério da Saúde decidiu antecipar a campanha, para ter mais dias para vacinar crianças e gestantes. A iniciativa foi elogiada por Luciana Rodrigues, 37 anos, e Renato Pereira, 38 anos, pais da pequena Maria Eduarda, de um ano de oito meses. “Sempre deveria ser assim, porque pegamos uma fila menor”, comentou Luciana, que foi atendida na UBS 1 da Asa Sul. “Nesse clima, vacinar se torna muito importante para proteger nossos filhos da gripe e outras doenças”, completou Renato.

O objetivo da campanha é reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus influenza na população-alvo para a vacinação.

PRÓXIMA FASE

A partir de 22 de abril até 31 de maio, as doses da vacina serão disponibilizadas ao restante do público-alvo.

Além das crianças e gestantes, devem se imunizadas as mulheres com até 45 dias após o parto (puérperas), pessoas com 60 anos ou mais de idade, trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, povos indígenas, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade em medida socioeducativa, a população privada de liberdade e os servidores do sistema prisional.

SALAS DE VACINA

Estarão disponíveis 130 salas de vacinação no DF, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Pessoas acamadas/institucionalizadas com mais de 60 anos de idade podem agendar o recebimento da vacina em domicílio, a partir desta quarta-feira (10), pelo telefone 160 (Disque-Saúde).

Já o Dia D de Mobilização Nacional está marcado para 4 de maio. Nesta data, 111 salas de vacinação, no Distrito Federal, estarão funcionando, das 8h às 17h, ininterruptamente.

*Com informações da Secretaria de Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.