Maio é dedicado à doação de leite materno no DF

Secretaria de Saúde quer discutir importância de ser doador. Saiba como ajudar.

Por G1 DF

Mulher do Corpo de Bombeiros recolhe potes de leite materno em casa em Taguatinga, no Distrito Federal — Foto: Tony Winston/Agência Brasília/Divulgação


Desde 2015, o Brasil celebra em 19 de maio o Dia Nacional da Doação de Leite Materno. No Distrito Federal, em agosto de 2013, foi sancionada uma lei que criou a Semana Distrital de Doação de Leite Materno, incluindo a data no calendário oficial de eventos de Brasília.

Durante todo o mês, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal vai debater com as pacientes da rede pública sobre a importância da doação de leite materno.

Nesta terça-feira (14), profissionais do posto de coleta de São Sebastião irão visitar o banco de leite do Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib). Outras unidades de saúde vão realizar ações com doadoras de leite, em forma de agradecimento.

Além disso, serão feitos encontros entre as doadoras e as mães que recebem o leite. Já no dia 21 de maio, uma sessão solene na Câmara Legislativa pretende falar sobre a importância da doação.

Enfermeira organiza geladeira com estoque de leite materno no DF — Foto: Agência Brasília

Como doar leite materno
Para doar leite materno é preciso alguns cuidados; veja as recomendações da Secretaria de Saúde:

Prender os cabelos com touca e proteger a boca e nariz com máscara ou pano;
Lavar mãos e braços com sabão e os seios, apenas com água;
Massagear a mama e descartas as primeiras gotas de leite;
Esterilizar o frasco de vidro onde o leite será depositado – basta colocá-lo em uma panela com água fervendo;
Identificar o potinho com uma etiqueta com a data e hora da primeira coleta;
A cada coleta, o pote deve voltar ao congelador para manter a qualidade;
O pote não pode ser enchido até a tampa, porque racha ao congelar.

Para entregar a doação, é possível ir pessoalmente aos bancos de leite ou solicitar que Corpo de Bombeiros recolha em casa. Neste caso, é preciso ligar no Disque 160, opção 4, ou agendar o atendimento pelo site Amamente Brasília.

A tecnologia funciona como ponte entre mães doadoras, Corpo de Bombeiros e bancos de leite. A plataforma também permite maior controle da Secretaria de Saúde sobre a quantidade de leite coletado e as regiões onde são recolhidos. No site, estão os contatos dos bombeiros, dos bancos de coleta e endereços.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.