Consumo do tambaqui é promovido por autoridades e produtores

Festival do Tambaqui da Amazônia oferece churrasco em plena Esplanada dos Ministérios e servirá toneladas do pescado como forma de incentivar seu consumo no DF
Agência Brasilia *

Ministra da Agricultura, Tereza Cristina (ao centro) recebeu produtores e autoridades depois da coletiva de divulgação do festival do tambaqui | Foto: Divulgação / Secretaria de Agricultura do DF

A Secretaria Nacional de Pesca e Aquicultura realizou nesta terça-feira (6/8), no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), uma coletiva de imprensa para divulgar o Festival do Tambaqui da Amazônia, que será realizado amanhã (7/8) na Esplanada dos Ministérios, em frente ao Mapa. Além do Mapa e da Secretaria, o evento tem entre os parceiros o governo de Rondônia e o Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Secretaria de Agricultura (Seagri/DF). O objetivo é promover o consumo do tambaqui junto à população do DF.

Segundo o secretário Nacional de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Junior, a média de consumo de pescado dos brasileiros é de dez quilos por ano, e a média mundial é de 20 quilos. Ele explicou que a maioria desse pescado vem de outros países, e por isso, a importância desse tipo de evento para a divulgação do tambaqui, que é um peixe nativo.

“Precisamos falar da riqueza de um peixe da Amazônia. Esse evento é para que os brasilienses, os gestores públicos e os brasileiros em geral, possam conhecer essa preciosidade que é o tambaqui de Rondônia. Nós, enquanto país, com os maiores recursos hídricos do mundo, não podemos continuar sendo importadores de pescados. Precisamos incentivar a produção nacional e o consumo”, afirmou.

O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, fala na condição de chefe do estado que possui a maior produção de tambaqui em cativeiro no país. Para ele, a produção do pescado ainda tem muito para crescer, e esse evento servirá de modelo para os outros estados da Federação.

Marcos Rocha elogiou os produtores do estado, que trouxeram para Brasília seis toneladas de tambaqui, e ressaltou que a capital abriga diversas embaixadas e com potencial de ser a porta de entrada do peixe em outros países. “O estado de Rondônia apoiou o evento, mas quem trouxe os pescados foram os produtores. Será um evento grandioso para todos os moradores de Brasília”, disse o governador.

O secretário de Agricultura do Distrito Federal, Dilson Resende, ressaltou que essa é uma parceria que deixa o DF muito satisfeito. Para ele, o Festival do Tambaqui vai entrar para a história da capital. Ele destacou ainda que a Seagri/DF tem trabalhado na cadeia do pescado, simplificando procedimentos, ajudando na comercialização e oferecendo assistência técnica por meio da Emater/DF. Dilson também afirmou que, apesar de o DF ser um ente da Federação pequeno em relação aos demais, ele dispõe de uma área rural pujante, produtiva e com riqueza na sua agricultura familiar, que representa a maior parte da produção.

“Vamos proporcionar à população que vier amanhã na esplanada, uma grata experiência de poder provar esse peixe que é muito bom”, enfatizou.

Participaram da coletiva, o secretário Nacional de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Junior; o secretário de Agricultura do Distrito Federal, Dilson Resende; o governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha; o secretário de Agricultura de Rondônia, Evandro César Padovani; o presidente da Associação de Criadores de Peixes do Estado de Rondônia (Acripar), Francisco Hidalgo Farinha; e o presidente do Sebrae de Rondônia, Samuel Silva de Almeida.

Produtores presentes

Os produtores de pescados de Rondônia também estavam representados na coletiva de imprensa na figura do presidente da Associação de Criadores de Peixes do Estado de Rondônia (Acripar), Francisco Hidalgo Farinha. Segundo ele, esse tipo de iniciativa é fundamental para a cadeia de pescados não só no estado, mas em todo o país.

“Esperamos que o Governo Federal continue com estas ações que já têm melhorado e aberto novos horizontes, mas que possam ser efetivas e ainda ampliadas, por que sem isso nós não vamos conseguir sobreviver”, declarou Francisco.

Recepção no Mapa

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina, recebeu, após a coletiva realizada para promover o Festival do Tambaqui, os produtores de pescados e autoridades envolvidas no evento. Na ocasião foi entregue à ministra o material de divulgação do Festival, que também será utilizado como embalagem do tambaqui para os participantes.

Serviço:
Festival do Tambaqui
Local: Esplanada dos Ministérios, em Frente ao Mapa
Data: 07 de agosto que dá direito a uma banda de tambaqui
Entrada: 1 quilo de alimento não perecível

* Com informações da Secretaria de Agricultura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.