GDF vai distribuir mais de um milhão das peças de proteção. Nesta quinta-feira (30), as ações ocorreram em terminais rodoviários e metrô.

GDF distribuiu centenas de máscaras em estações de metrô e terminais rodoviários. Elas são laváveis e reutilizáveis. Foto: Semob

O Governo do Distrito Federal iniciou mais uma ação de incentivo à prevenção à Covid-19. Nesta quinta-feira (30), data em que o uso de máscaras passa a ser obrigatório, o Executivo começou a distribuir gratuitamente à população os equipamentos de proteção respiratória. As máscaras de proteção facial são laváveis e reutilizáveis.

Conforme cronograma divulgado em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) dessa quarta-feira (29), as ações serão realizadas em 31 pontos, entre terminais rodoviários e estações do metrô, com entregas em dias úteis, no horário compreendido entre 6h e 21h, enquanto durarem os estoques diários. 

“Estamos trabalhando com produções diárias da Fábrica Social e, também, do convênio feito entre o BRB, Fibra e GDF”, explica o secretário de Governo, José Humberto Pires. Segundo ele, mais de um milhão de máscaras serão entregues à população nos próximos dias. “Faremos as distribuições sempre em dias úteis. Começamos nesta quinta-feira e, na segunda-feira, mais máscaras serão distribuídas”, detalha.

Ampliação da distribuição

José Humberto explica que o governo estuda ampliar os pontos de distribuição. “Focamos agora no transporte público porque é um ponto de maior fluxo de pessoas. Mas há a possibilidade de, num segundo momento, levarmos a distribuição para outros locais”, afirma. “Não é, porém, para as pessoas irem buscar máscaras nesses locais. Nossa proposta é entregar para quem está desprotegido, transitando nesses pontos”, alerta. 

De acordo com a portaria, as máscaras são “laváveis e reutilizáveis” e estão sendo entregues somente às pessoas que não tenham condições de acesso ao produto, limitado ao estoque disponível diariamente.

A iniciativa trouxe segurança aos passageiros. “Agora me sinto segura para pegar ônibus. A distribuição é muito importante para quem não tem condições. A máscara de tecido é econômica. Agora com a minha (máscara), vou usar sempre quando sair de casa, e depois lavo. Eu tomo todas as precauções”, afirmou a dona de casa Ana Paula Aires.

Antes de embarcar no terminal de Taguatinga Sul, Adriano Alencar também aproveitou para garantir uma máscara.” Tem muita gente precisando, muito bom o governo ter a iniciativa de ajudar quem precisa”, afirmou.

Em alguns terminais rodoviários, foi possível encontrar pais que já estavam com máscaras, mas que foram garantir o equipamento para os filhos, que ainda não tinham. Elizabete da Silva foi uma delas. “Meu filho de 2 anos e 9 meses vai usar a máscara, não vou deixar ele sem. Esse vírus é rápido demais para contaminar a gente. Todo mundo tem que usar. Fico muito aliviada ao ver os passageiros com máscaras dentro dos ônibus. Para mim, essa atitude do governo em distribuir máscaras para as pessoas carentes vai ajudar a evitar a contaminação do coronavírus”, afirmou a dona de casa.

A distribuição de máscaras facial faz parte da campanha educativa para prevenção à Covid-19. Quem precisar do acessório deve ficar atento aos horários de doação entre 6h e 21h, somente em dias úteis. É importante ressaltar que as doações são destinadas à população carente e a distribuição é limitada ao estoque disponível e à quantidade máxima de duas unidades por pessoa.

* Com informações da Secretaria de Transporte e Mobilidade