Arte: Divulgação

Projeto Mulheres Hipercriativas prorroga prazo de inscrição para candidatas a professoras-facilitadoras
Agência Brasília

A seleção de professoras-facilitadoras para o projeto Mulheres Hipercriativas teve o prazo final de inscrição estendido até as 17h59 do dia 30 deste mês. A ampliação leva em conta a oferta de novas modalidades de oficinas do projeto, iniciativa resultante de parceria entre a Secretaria da Mulher e a Organização dos Estados Ibero-americanos para Educação, Ciência e Cultura (OEI). O objetivo é selecionar e remunerar 40 profissionais de diversas especializações da economia criativa em prol do empreendedorismo feminino.

As candidatas devem apresentar propostas de oficinas que tenham 40, 20 ou dez horas de duração. Às professoras-facilitadoras caberá ministrar cursos de capacitação e preparar outras mulheres para que tenham mais chance de conseguir um emprego ou abrir o próprio negócio.

Diversificação

O projeto já contemplava as áreas de comunicação – publicidade, marketing, multimídia, organização de eventos –, moda, gastronomia, design gráfico e de produtos e gestão empreendedora.

Agora, as candidatas também poderão apresentar propostas como contadoras de histórias ou para atuar na produção e comercialização de textos literários, produção e realização de espetáculos culturais, criação de arranjos florais de decoração para eventos e aperfeiçoamento de técnicas instrumentais e desenvolvimento de capacidades musicais.

Oportunidade

“No momento econômico que estamos vivendo, em que as mulheres foram diretamente afetadas pela pandemia, acredito que o projeto Mulheres Hipercriativas chega como uma oportunidade para as jovens mulheres repensarem seus negócios, seus projetos de vida e também realizarem o sonho de ser empreendedoras – mais do que isso, é a oportunidade de construção de uma forte rede de mulheres líderes”, destaca a secretária da Mulher, Ericka Filippelli.

“O foco do projeto está na formação e profissionalização como eixos de desenvolvimento da economia criativa, procurando fortalecer a geração de novos negócios no setor e gerar mais oportunidade e renda para mulheres empreendedoras do Distrito Federal”, resume o diretor do Escritório da OEI no Brasil, Raphael Callou.

A expectativa é capacitar 4 mil mulheres do DF. Pode participar das aulas tanto quem deseja começar um novo projeto quanto as mulheres que buscam aperfeiçoar o próprio negócio com técnicas modernas de vendas e gestão.

Nesta primeira edição, o projeto Mulheres Hipercriativas conta com o apoio da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, além da parceria de gestoras públicas, líderes comunitárias e empresárias do DF que atuarão como embaixadoras. A meta é somar esforços de mulheres já consolidadas no meio profissional para motivar e inspirar as demais, relatando sua experiência e trocando conhecimentos.

Mais detalhes sobre a prorrogação do prazo de inscrição de candidatas a professoras-facilitadoras podem ser vistos no site da OEI.

* Com informações da Secretaria da Mulher