FBHA apóia iniciativa, que busca dar um fôlego aos negócios que tanto sofreram na pandemia

Uma data que tem se tornado cada vez mais importante para o varejo está se aproximando, a Black Friday. E este ano, muitas empresas dos segmentos de alimentação fora do lar e hotelaria estão aderindo às promoções, o que promete movimentar o mercado esta semana, já que o epicentro da data promocional ocorre nesta sexta-feira, dia 26.

Para a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), esta é uma oportunidade para alavancar negócios que ainda estão se recuperando da crise instalada pela pandemia. “Apoiamos ideias que ajudem nossas empresas a captarem mais clientes e melhores resultados. Se a adesão à Black Friday for estratégica para a empresa, este pode ser um caminho bastante interessante”, afirma Alexandre Sampaio, presidente da FBHA.

No Rio, o restaurante asiático Makan, com unidade no shopping Downtown, na Barra da Tijuca, está com produtos com até 30% de desconto, entre os dias 25 e 28 de novembro. É a primeira vez que o empreendimento adere à ação. “Estamos otimistas com a data e nossas promoções valerão tanto para a compra em loja quanto para pedidos online”, explica Henrique Martins, sócio do Makan, lembrando que o público são consumidores que buscam novos sabores para quebrar a rotina, com certa agilidade.

Outro exemplo é a cidade de Caxambu, em Minas Gerais, onde os hotéis têm forte atuação durante a Black Friday, com a ajuda da VOA Hotéis, plataforma de reservas muito utilizada na região. “Os descontos chegam a 40% e os empreendimentos obtiveram muito retorno, em anos anteriores”, afirma Amaro Gadbem, vice-presidente do Sindicato de Hospedagem e Alimentação de Caxambu e Região – SIGAH Caxambu.

Sobre a FBHA – A Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) é uma entidade sindical patronal constituída com a finalidade de coordenação, defesa administrativa, judicial e ordenamento dos interesses e direitos dos empresários da categoria e atividades congregadas. Integra a chamada pirâmide sindical, constituída pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), pela própria FBHA, pelos Sindicatos e pelas empresas do setor.

É uma das maiores entidades sindicais do país e tem representação nos principais órgãos, entidades e conselhos do setor empresarial e turístico do Brasil, tais como o Conselho Nacional de Turismo (CNT), do Ministério do Turismo, ou o Conselho Empresarial do Turismo (Cetur) da CNC. Está presente em todas as regiões, através de 67 sindicatos filiados. Representa em âmbito estadual e municipal cerca de 940 mil empresas, entre hotéis, pousadas, restaurantes, bares e similares.