Decisão ocorre em meio à situação de emergência devido ao aumento de casos de dengue
Luciane Paz
Foto: Davidyson Damasceno

Nesta quarta-feira (07), a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) determinou a gestão temporária do Equipamento em Saúde Unidade Cidade do Sol ao Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IgesDF). A medida visa enfrentar os desafios impostos pela situação de emergência declarada pelo Ato 45.448, de 24 de janeiro de 2024, em razão do risco de epidemia por doenças transmitidas pelo Aedes, devido ao aumento de casos de dengue.

O presidente do IgesDF, Juracy Cavalcante Lacerda Jr., afirmou: "O modelo de gestão do Iges foi instituído exatamente para dar celeridade nas contratações de profissionais da saúde e na aquisição de insumos medicamentosos. Nossa equipe está preparada e empenhada para oferecer, nesse momento crítico, o melhor serviço em assistência à saúde para a população do DF."




Em nota oficial, o IgesDF manifestou contentamento com a decisão da CLDF, reforçando seu compromisso de melhorar os serviços essenciais de saúde para toda a população do Distrito Federal.

NOTA: “O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) vem a público, informar que, com satisfação, recebeu a notícia da aprovação da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), para a missão de assumir a gestão do Hospital Cidade do Sol (HS).

A referida decisão se deu com base na atual Situação de Emergência decretada pelo Ato 45.448, de 24 de janeiro de 2024, em razão do risco de epidemia por doenças transmitidas pelo Aedes, principalmente em decorrência do aumento de casos de dengue.

Sempre pautado no aprimoramento dos serviços essenciais prestados à toda a população, o Instituto mantém firme o compromisso assumido desde a sua criação, de melhoria na saúde de todos.

Confiante na eficiência de sua gestão, o Instituto se mantém à disposição do Distrito Federal.”

Histórico: Hospital Cidade do Sol

O Hospital Cidade do Sol foi inaugurado em janeiro de 2021 para atender exclusivamente pacientes com covid-19. Localizado ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Ceilândia, na Região Administrativa do Sol Nascente/Pôr do Sol, o hospital ocupava uma área de 22,9 mil m2 e foi construído em um local anteriormente desativado.

Sua operação coincidiu com o período mais crítico da pandemia. Após o encerramento das atividades devido ao término do contrato com a empresa responsável pela gestão, o hospital foi reaberto sob a administração da Secretaria de Saúde (SES). Agora, de acordo com um novo decreto, o Cidade do Sol passará por uma transição temporária para a gestão do IgesDF.

Assessoria de Comunicação
( 61 3550-9281


...