Dona de buffet some e deixa noivos no prejuízo

Shutterstock

Funcionários de lojas vizinhas ao endereço do buffet dizem que o local fechou há três meses. Polícia Civil investiga o caso

A Polícia Civil do Distrito Federal investiga um suposto golpe dado pela dona de um buffet em pelo menos 35 noivos. A proprietária do Janne Carvalho Buffet é acusada de não cumprir os serviços prometidos, mesmo depois de receber parte do dinheiro dos clientes. O prejuízo total gira em torno dos R$ 100 mil.

O endereço da empresa indica um complexo comercial que fica no Pistão Sul. Não há ninguém no local e funcionários vizinhos afirmam que a loja fechou há cerca de três meses. O contato telefônico tem sido impossível, já que todos as chamadas vão para a caixa de mensagem.

Uma das vítimas contou à TV Globo que só percebeu o golpe a 18 dias do casamento. Ao procurar a representante do buffet, descobriu que ela havia deixou Brasília e excluiu até as redes sociais.

O marido da suposta estelionatária teria procurado as vítimas alegando que não fazia parte do golpe e que poderia fazer o casamento por cerca de R$ 500 de casa noiva. “Uma coisa surreal”, disse uma das vítimas. O caso é investigado pela 21ª Delegacia de Polícia (Tagutinga Sul).

Abertas inscrições para Casamento Comunitário

Shutterstock

As inscrições para a 17ª edição do Casamento Comunitário do Distrito Federal estarão abertas até 20 de março. Serão escolhidos 80 casais pelo critério de menor renda.

O edital foi publicado nessa segunda-feira (19) no Diário Oficial do DF. O cadastro pode ser feito nas unidades do Na Hora e na sede da Secretaria de Justiça e Cidadania, idealizadora do programa.

A cerimônia ocorrerá em 27 de maio, e o local será definido pela pasta. São oferecidos aos casais que participarem a gratuidade das taxas cartorárias, serviços e brindes para as noivas.

Os casais inscritos vão passar por um processo seletivo de avaliação de documentos, encontro para fortalecimento de vínculo e ensaio geral da celebração.

Para concorrer a uma das vagas, os interessados devem apresentar:

– original e cópia da carteira de identidade (RG)
– original e cópia do CPF
– fotografia 3×4 de cada candidato
– cópia do comprovante de renda
– cópia do comprovante de residência — último mês de referência em nome de um dos candidatos
– cópia da carteira de trabalho (número de série, foto, verso e contrato de trabalho da última página com o registro)

As testemunhas deverão ser maiores de 18 anos, apresentar cópias do RG, CPF, endereço e consignar número de contato telefônico.

Serão feitos dois encontros preliminares com a participação dos casais, em que o primeiro será para tirar dúvidas e o segundo, para ensaio geral do casamento comunitário.

Inscrições para o 17º Casamento Comunitário

De 19 de fevereiro a 20 de março

Nas unidades do Na Hora: de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas

Na Secretaria de Justiça (antiga Estação Rodoferroviária): de segunda a sexta-feira, em horário comercial

Telefone: (61) 2104-4203/4250

Fonte: Agência Brasília

Dengue teve 312 casos prováveis no ano

Tony Winston/Agência Brasília

A Secretaria de Saúde registrou 312 casos prováveis de dengue desde o início de 2018. Desses, 17 são de moradores de outras unidades da Federação.

Em fevereiro, a incidência da doença aumentou em quatro regiões administrativas: São Sebastião, Riacho Fundo I, Sobradinho II e Santa Maria.

As informações estão no Informativo Epidemiológico Dengue, Chikungunya, Zika Vírus e Febre Amarela nº 8, divulgado nesta terça-feira (20).

A distribuição por idade, entre os residentes do Distrito Federal, demonstra que a maioria dos pacientes tem de 20 a 49 anos (50,37%).

A faixa etária de 5 a 19 anos ficou com 22,47% do total; a de 50 e maiores de 80 anos, com 14,10%, e a de crianças menores de 5 anos, com 13,07%.

De acordo com a secretaria, não houve notificações de morte por dengue neste ano.

Febre chikungunya, zika vírus e febre amarela

Desde janeiro, foram identificados 11 casos prováveis de febre chikungunya — dois de pacientes que moram fora do DF —, e dez de zika vírus, entre eles, um de outras unidades federativas.

Nesse período, a Saúde registrou 25 suspeitas de febre amarela, das quais 21 de habitantes locais. Dessas, 16 foram descartadas, e cinco são investigadas. As outras quatro suspeitas, das 25, também foram desconsideradas.

Das cinco ocorrências em investigação, uma levou à morte do paciente.

Fonte: Agência Brasília

Sorteio definirá os 16 mil participantes da 48ª Corrida de Reis

Interessados devem fazer a pré-inscrição das 14 horas de quarta-feira (21) até as 23h59 de domingo (25). Inscrições para a corrida mirim vão até amanhã, às 16 horas.

As pré-inscrições para a 48ª Corrida de Reis começam nesta quarta-feira (21), às 14 horas. Neste ano, os interessados terão cinco dias — até as 23h59 de domingo (25) — para fazer o cadastro e participar do sorteio eletrônico que vai preencher as 16 mil vagas da competição.As pré-inscrições para a 48ª Corrida de Reis começam nesta quarta-feira (21), às 14 horas. O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira (20) pela secretária do Esporte, Turismo e Lazer, Leila Barros, em entrevista coletiva no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Foto: Renaro Cardozo/Agência Brasília

O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira (20) pela secretária do Esporte, Turismo e Lazer, Leila Barros, em entrevista coletiva no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Podem participar pessoas a partir de 16 anos de idade.

A prova ocorrerá em 3 de março. A largada será às 19 horas em frente ao Ginásio Nilson Nelson, com percursos de 6 e 10 quilômetros (km), passando por pontos turísticos da capital federal, como a Esplanada dos Ministérios e o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Novidade neste ano, o sorteio eletrônico é o método utilizado nas principais maratonas do mundo, como Nova York, Londres, Berlim, Tóquio e Chicago. O corredor contemplado receberá um e-mail com a validação da inscrição, e o resultado estará no site da Secretaria do Esporte.

A secretária da pasta, Leila Barros, destacou que a Corrida de Reis é tradição em Brasília há 48 anos. “Ela marca a abertura do calendário esportivo da cidade”, disse.

“A cada ano, temos mais participantes para a categoria adaptada”, observou o diretor-técnico, Francisco Xavier.
Como funcionarão o sorteio eletrônico e a corrida

Será permitida apenas uma inscrição por pessoa (com o CPF), e ela poderá escolher somente uma distância, 6 ou 10 km. As categorias se dividem em geral, andante e cadeirante.


Os três primeiros colocados masculino e feminino na prova de 10 km e adaptado receberão prêmios em dinheiro. Todos que cruzarem a linha de chegada ganharão medalha.

Na corrida de 6 km, os participantes retornarão na altura da Rodoviária do Plano Piloto. Na de 10 km, os atletas passarão pela rodoviária e voltarão perto da Alameda das Bandeiras, na Esplanada dos Ministérios.

Os kits – com sacola, camiseta, número de peito e chip – serão entregues com instruções da competição em 1º e 2 de março, das 11 às 19 horas, no Ginásio Nilson Nelson.
Regras para a corrida mirim

A versão mirim da Corrida de Reis ocorrerá em 24 de fevereiro às 9 horas no estacionamento do Ginásio Nilson Nelson, com percurso de 300 metros.

As pré-inscrições serão desta terça-feira (20) até quarta-feira (21), às 16 horas. O sorteio será também no dia 21, às 16 horas, com divulgação até as 17 horas do mesmo dia. Haverá mil vagas disponíveis para crianças de 5 a 12 anos.

Os responsáveis serão avisados por e-mail ou poderão consultar o site de inscrições. Serão 50 baterias, todas com premiação: os primeiros de cada uma ganharão uma bicicleta, e o restante, medalhas.

Os kits com sacola, camiseta, boné e número de peito serão entregues no dia da corrida, a partir das 7 horas, na Tribuna de Honra do Ginásio Nilson Nelson.
Premiação em dinheiro
Categoria geral (10 km) — masculino e feminino
1º lugar R$ 4 mil
2º lugar R$ 2 mil
3º lugar R$ 1 mil
4º lugar R$ 500
5º lugar R$ 300

Categoria adaptada — cadeirante masculino e feminino
1º lugar R$ 1 mil
2º lugar R$ 500
3º lugar R$ 300

Categoria adaptada — andante masculino e feminino
1º lugar R$ 1 mil
2º lugar R$ 500
3º lugar R$ 300

Pré-inscrições para a 48ª Corrida de Reis
Adultos e adaptado
Das 14 horas de 21 de fevereiro (quarta-feira) às 23h59 de 25 de fevereiro (domingo)
Pré-inscrição pelo site www.corridadereisbrasilia.com.br
Sorteio eletrônico
26 de fevereiro (horário a definir)
Mirim
Das 10 horas de 20 de fevereiro (terça-feira) às 16 horas de 21 de fevereiro (quarta-feira)

Pré-inscrição pelo site www.corridadereisbrasilia.com.br
Sorteio eletrônico
21 de fevereiro
Às 16 horas

Líderes do PTB se reúnem com Temer e devem tratar de indicação para o Trabalho

Após o PTB ter desistido da indicação da deputada federal Cristiane Brasil (RJ) para o comando do Ministério do Trabalho, o presidente nacional do partido, Roberto Jefferson, e o líder do PTB na Câmara dos Deputados, Jovair Arantes (GO), estão reunidos na manhã de hoje (21) com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto.

Eles devem indicar ao presidente um novo nome do partido para ocupar a pasta do Trabalho. Ontem (20), Roberto Jefferson, que é pai de Cristiane Brasil, divulgou em sua conta no Twitter a decisão de desisistir da indicação da deputada. Ele registrou que a atitude “visa a proteger a integridade de Cristiane e não deixar parada a administração do ministério”.

Atualmente, a pasta é comandada pelo secretário-executivo, Helton Yomura, que tem acumulado as duas funções.

A nomeação de Cristiane Brasil foi anunciada pelo presidente Michel Temer em janeiro, mas a deputada foi impedida de tomar posse após uma decisão liminar do juiz Leonardo da Costa Couceiro, da 4ª Vara Federal de Niterói. O motivo foi uma ação popular questionando a ida da deputada para o ministério por ter sido condenada pela Justiça do Trabalho a pagar mais de R$ 60 mil a um ex-motorista, em decorrência de irregularidades trabalhistas.

Em seguida, a posse também foi suspensa por decisões da segunda instância da Justiça Federal no Rio de Janeiro e pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia. Na semana passada, Cármem Lúcia definiu que cabe à Corte decidir sobre a posse de Cristiane Brasil no Ministério do Trabalho. Na mensagem divulgada ontem no Twitter, Roberto Jefferson também atribui a retirada de indicação de Cristiane à “indecisão da ministra [do Supremo Tribunal Federal] Cármen Lúcia em não julgar o mérito neste primeiro semestre”.

Programa de Aquisição de Alimentos contará com R$ 3,5 milhões em 2018

Desse valor, R$ 2 milhões vêm do governo federal. Plano de trabalho foi assinado nesta terça-feira (20), em cerimônia na Ceasa-DF, e a previsão é que mais de mil agricultores familiares sejam beneficiados.

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) contará com recursos na ordem de R$ 3,5 milhões em 2018. De acordo com a Secretaria da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, mais de mil agricultores familiares serão beneficiados.O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) contará com recursos na ordem de R$ 3,5 milhões em 2018. Plano de trabalho foi assinado nesta terça-feira (20), em cerimônia na Ceasa-DF, e a previsão é que mais de mil agricultores familiares sejam beneficiados. 

O valor engloba R$ 1,5 milhão já existentes somados a R$ 2 milhões do plano de trabalho do PAA de 2018, assinado pelos governos local e federal durante o seminário Alimenta Brasília na manhã desta terça-feira (20) .


O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, participou do evento, na Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF). “A melhor forma de manter o agricultor no campo e a destinação rural das nossas terras é garantir renda e oportunidade para a agricultura familiar. A qualidade de vida nas cidades depende da preservação da área rural”, ressaltou.

Assinaram o plano de trabalho do PAA de 2018 o secretário da Agricultura do DF, Argileu Martins, e o secretário Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, do Ministério do Desenvolvimento Social, Caio Rocha.

“Nós temos muitos PAAs no Brasil, mas há estados em que não funciona. Em Brasília, o PAA que vem para cá não é despesa pública, é investimento”, destacou Caio Rocha.

A estimativa é que a Secretaria da Agricultura compre dos agricultores mais de mil toneladas de alimentos, que vão beneficiar pelo menos 30 mil pessoas, por meio da distribuição a entidades socioassistenciais.

Em 2017, foram distribuídas 578 toneladas de produtos rurais para 28 mil pessoas, por meio de 118 entidades. Ao todo, foi executado R$ 1,8 milhão.

Entre outros investimentos para o setor, citados por Rollemberg, está a entrega de patrulhas de mecanização agrícola, como ocorreu no sábado (17).
Como funciona o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)

Parte dos alimentos é adquirida pelo governo diretamente dos agricultores familiares. Os produtos, destinados à doação, são oferecidos para entidades socioassistenciais inscritas no Banco de Alimentos da Ceasa.

Entre as que recebem a ajuda estão escolas, associações e abrigos, selecionados quando atendem aos critérios estabelecidos pelo Comitê Gestor Nacional do PAA, ligado ao Ministério do Desenvolvimento Social.


Os produtos adquiridos da agricultura familiar são doados a entidades socioassistenciais inscritas no Banco de Alimentos da Ceasa

O secretário da Agricultura, Argileu Martins, salientou eficiência do sistema de compras e as vantagens para o produtor.

“O agricultor familiar tem a experiência de estabelecer a escala da produção e a qualidade do alimento. Ele se organiza e se prepara para estar no mercado. Ao mesmo tempo, ele comercializa por um valor justo e fica menos refém da sazonalidade de preço.”
Inaugurada unidade técnica para produtores que precisam de crédito fundiário

Na solenidade de assinatura do plano de trabalho, foi inaugurada uma unidade técnica do Programa Nacional de Crédito Fundiário. O serviço atenderá produtores interessados em solicitar crédito fundiário.

No DF, o escritório fica no Centro de Capacitação e Comercialização da Ceasa-DF e começará a atender a partir desta quarta (21), das 8 à 12 horas e das 13 às 17 horas.

Além disso, por meio de acordo de cooperação com a Secretaria da Agricultura, foi entregue um veículo utilitário para a Associação dos Produtores Rurais Novo Horizonte transportar produtos. A parceria terá vigência de 36 meses.

Outra novidade foi o anúncio de que a Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias (Abrace) será beneficiada com a implementação de uma horta comunitária na sede da instituição. O espaço será feito com R$ 230 mil do Ministério do Desenvolvimento Social.

Ilumina Mais Brasília amplia e moderniza a rede pública de luz

Objetivo do programa, lançado nesta segunda (19), é melhorar o serviço e ampliar a sensação de segurança da população. Ordem de serviço para o início das obras foi assinada no Palácio do Buriti.

Para melhorar a eficiência da iluminação pública e reduzir o consumo de energia elétrica, o Executivo local lançou, nesta segunda-feira (19), o Ilumina Mais Brasília. A cerimônia ocorreu em coletiva de imprensa, no Palácio do Buriti.Ordem de serviço para o início das obras do Ilumina Mais Brasília foi assinada no Palácio do Buriti pelo diretor-presidente da CEB, o secretário de Infraestrutura e o governador do DF. Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

O programa estabelece a ampliação da rede e a substituição, em vias públicas, de lâmpadas convencionais (do tipo vapor de sódio) por equipamentos de LED(diodo emissor de luz, em português).

A ordem de serviço para o início das obras foi assinada pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, pelo diretor-presidente da Companhia Energética de Brasília (CEB), Lener Silva Jayme, e pelo secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Antonio Coimbra.
"O Ilumina Mais Brasília trará muito mais conforto e segurança para a população, pois favorece a redução de roubos e furtos"Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

A troca da iluminação das principais vias das maiores regiões administrativas do Distrito Federal contribui para aumentar a segurança pública, defendeu o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

“Isso significará uma redução na conta da iluminação pública. O Ilumina Mais Brasília trará muito mais conforto e segurança para a população, pois favorece a redução de roubos e furtos.”

As substituições começarão assim que a CEB receber as luminárias adquiridas no mercado, de acordo com o secretário de Infraestrutura. “É um programa audacioso, grande. Não temos nenhuma iniciativa desse modelo em andamento no Brasil”, garantiu Coimbra.Áreas de convivência da população estão entre as prioridades do programa. Parque dos Pioneiros Cláudio Sant’Anna (Deck Sul) já recebeu os novos equipamentos de LED. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Para o diretor-presidente da CEB, o Ilumina Mais Brasília representa melhor aplicação dos recursos públicos. “Reduzimos os gastos com geração de energia e preservamos nossos recursos hídricos”, destacou Jayme.

As prioridades serão áreas de convivência da comunidade, como a imediação de terminais rodoviários ou de centros de comércio e locais em que o sistema de iluminação pública precisa de manutenção.
Terão prioridade áreas de convivência da comunidade, como a imediação de terminais rodoviários ou de centros de comércio e locais em que o sistema de iluminação pública precisa de manutenção

Terão preferência ainda pontos com maior concentração nos índices de criminalidade nas regiões administrativas, de acordo com levantamento feito pelo programa Viva Brasília — Nosso Pacto pela Vida, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social. O mesmo vale para praças e pontos turísticos.

O intuito é melhorar a qualidade de vida da população e estimular a sensação de segurança de quem passa por esses lugares.

O sucesso da revitalização do Setor Comercial Sul, com a introdução de lâmpadas de maior eficiência energética, foi uma das referências para a criação do Ilumina Mais Brasília.

Parque dos Pioneiros Cláudio Sant’Anna (Deck Sul) e Eixo Monumental também receberam os novos equipamentos e respaldaram a decisão de seguir com a modernização de toda a rede elétrica.

As melhorias foram definidas pela Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos e executadas pela CEB.
.
Troca das lâmpadas será feita em etapas

Na primeira etapa, serão contemplados 18 pontos de melhorias, com a recuperação de cabos e postes e substituição de 8.342 luminárias.

Elas serão instaladas nos seguintes locais:
Avenida Central do Núcleo Bandeirante
Avenida Elmo Serejo (até o P Sul)
Avenida Hélio Prates e quadrado perto da caixa d’água
Avenida Recanto, entre balão e terminal rodoviário, no Recanto das Emas
Balão do Bombeiro na QNL, entre Samambaia e Taguatinga
Buraco do Tatu
Descida de São Sebastião (DF-463)
DF-425, entre a BR-020 e a DF-150 de Sobradinho
Eixos Rodoviários Norte e Sul
Taguatinga
Pistão Norte
Pistão Sul
Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB), entre Pistão Sul e Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia)
Planaltina
Avenida Independência
Quadrado da rodoviária
Praça Central do Paranoá
Quadrado do Setor Central do Gama
Setor Central de Brazlândia (administração regional e delegacia)
Sol Nascente
Trecho 1 (via atrás da Fundação Bradesco, via de acesso à Avenida das Palmeiras, via principal da Feira do Produtor)
Trecho 2 (Vicinal 311)
Trecho 3 (na via entre o Terminal do P Norte e da Escola Classe do P Norte)
Via do Setor Terminal Norte, entre a W3 Norte e a Epia
Via Estrutural, ligação Epia e Pistão Norte

Os investimentos somam R$ 29.309.313,17, provenientes da Contribuição de Iluminação Pública (CIP), taxa paga por todas as unidades consumidoras de energia elétrica.

Por se tratar de uma política pública de investimento em iluminação, serão contínuas as obras para recuperação de cabos e postes destruídos por vandalismo ou colisões com veículos, a ampliação do sistema elétrico e as substituições pelas lâmpadas de LED.

A expectativa é adequar toda a rede de abastecimento energético do Distrito Federal. As luminárias antigas serão reaproveitadas em estacionamentos e rodovias.
Lâmpadas de LED são mais eficientes e econômicas

Ao optar pelo novo equipamento, o governo de Brasília levou em consideração a diminuição dos gastos com energia. A economia é, em média, de 40%, se comparada a uma unidade de 600 watts convencional com uma de 325 watts de LED. Essa mudança está prevista, por exemplo, para o Eixão.

Na Avenida Hélio Prates, por outro lado, as trocas serão de lâmpadas convencionais de 150 watts por 80 watts de LED, e as de 250 watts pelas de 160 watts do novo modelo.

Segurança na volta às aulas da rede pública tem apoio da PMDF

Segunda fase da operação, na manhã desta segunda (19) no Polivalente, contou com a participação de atores do Teatro Rodovia e do Batalhão de Policiamento com Cães.

A movimentação típica no trânsito de veículos e pedestres em frente ao Centro de Ensino Fundamental Polivalente, na 913 Sul, ganhou novos personagens na manhã desta segunda-feira (19).A movimentação no trânsito de veículos e pedestres em frente ao Polivalente, na 913 Sul, ganhou novos personagens na manhã desta segunda-feira (19) com a operação Volta às Aulas, da PMDF. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

De forma lúdica, o palhaço Seriguela e a Faixa orientaram a travessia dos que passavam logo cedo por ali — a maioria, estudantes.

Os atores fazem parte do Teatro Rodovia, da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), e integraram a segunda fase da operação Volta às Aulas, direcionada à rede pública de ensino — a primeira teve como foco o retorno às aulas em escolas particulares.

“Por meio da brincadeira, a gente traz o cidadão para a faixa e mostra como tem que ser feito: olhar para um lado, para o outro, fazer o sinal de vida e atravessar andando”, pontuou o segundo-sargento Márcio Brito, intérprete de Seriguela e um dos criadores do teatro.

Com a autônoma Viviane de Araújo, de 32 anos, não foi diferente. Ela levou os filhos Ana Franciele, de 6 anos, e Lucas de Araújo, de 5 anos, para o primeiro dia de aula e contou com a ajuda do palhaço para fazer a travessia. “Achei legal, fica mais fácil [aprender]”.

O secretário de Educação, Júlio Gregório Filho, acredita que abrir o ano letivo dessa forma é importante para romper preconceitos em relação ao trabalho policial. “É um trabalho sério, cooperativo, não só repressivo. Muito pelo contrário, é preventivo, sobretudo de orientação, para que eles [os alunos] não se envolvam com questões que os colocarão em risco.”

Além das atividades teatrais, policiais militares entregaram fôlderes com dicas de segurança. No ar, o Batalhão de Aviação Operacional fez o patrulhamento aéreo.

“Temos de reforçar sempre isso na criança para que ela não se acidente, porque infelizmente ainda vemos vários casos de atropelamentos em faixas de pedestre”, destacou o subcomandante do 1º Batalhão Escolar, capitão Ramon Carvalho.

No pátio do Polivalente, a Banda de Música da PMDF recepcionou alunos e professores, e executou o Hino Nacional no momento cívico.

Logo em seguida, foi a vez de os militares do Batalhão de Policiamento com Cães mostrarem como os animais ajudam nos trabalhos da corporação. Os cachorros farejaram e encontraram objetos escondidos pelos policiais entre mochilas e armários.
Palestras educacionais da PMDF podem ser agendadas

No escopo da operação, a Polícia Militar também ministra palestras. Entre os temas abordados estão bullying (agressão intencional e repetitiva, verbal, física ou psicológica) e cyberbullying, mediação de conflitos, procedimentos de segurança escolar, ética e cidadania e prevenção ao uso de drogas e ao abuso sexual infantil.

Para agendá-las é preciso entrar em contato pelos telefones (61) 3190-3761, 3190-3765, 3190-3766 ou 3910-1669, de segunda a sexta-feira, das 13 às 19 horas.

Segundo o capitão Ramon Carvalho, depois do pedido, a PMDF faz uma visita prévia à unidade de ensino (que pode ser pública ou particular) para verificar a faixa etária do público.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo