Médico é preso suspeito de abusar de mulheres durante exames para CNH

Divulgação/PCGO

Um médico de 69 anos foi preso, em Valparaíso de Goiás, suspeito de abusar de mulheres que faziam exames para retirada ou renovação de Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH). A prisão ocorreu nessa quinta-feira (20), após duas mulheres, de 20 e 43 anos, denunciarem o caso à Polícia Civil. Elas disseram que o médico as acariciava de forma libidinosa, com carinhos na cintura, massagem no pescoço e toques no seio. Segundo investigações, os abusos ocorriam dentro do consultório dele.

Em um dos casos, segundo a delegada responsável pelo caso, Isis Leal, Goiá Fonseca Rattes teria questionado a uma das vítimas a respeito de algumas manchas que ela tinha nas costas e teria mandado a mulher tirar a blusa. Apesar da jovem dizer que estava constrangida, ele garantiu que os toques eram normais e faziam parte do procedimento médico. Nesse momento, ainda de acordo com a delegada, a vítima teria tirado a blusa e o homem apalpado os seios dela. Logo depois, pediu para a paciente tirar a calça, justificando que precisava comprovar se ela tinha cisto nos ovários. O exame só terminou quando a paciente se negou a atender ao pedido do suspeito.

Goiá é credenciado no Detran do Distrito Federal e de Goiás. Ele realizava consultas no Recanto das Emas, na Asa Norte e em Valparaíso. A Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Valparaíso de Goiás investiga o caso. O médico foi preso preventivamente e irá responder por violação sexual mediante fraude. Agora, a Polícia Civil tenta identificar outras vítimas que tenham sido abusadas durante as consultas. As vítimas podem procurar a Deam ou fazer a denúncia pelo telefone 197.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo