Outubro Rosa: diagnóstico precoce do câncer de mama aumenta chances de cura

A taxa de curabilidade pode ser de até 90% quando há diagnóstico precoce da doença.

Em todo o Brasil, monumentos ficam cor de rosa para ressaltar a importância da conscientização sobre câncer de mama. Entre as mulheres, é o tipo de tumor mais recorrente, depois do câncer de pele não melanoma. Segundo levantamento do Instituto Nacional do Câncer (INCA), em 2018, estima-se cerca de 60 mil novos casos no País. 

O câncer surge quando há crescimento desordenado de uma parte das células da mama, que pode ser desencadeado por fatores como predisposição genética, uso de anticoncepcionais por período prolongado, menopausa tardia, tabagismo, alcoolismo, sedentarismo, obesidade e o próprio processo de envelhecimento. Embora seja mais frequente nas mulheres entre 50 e 60 anos, a doença também pode afetar pessoas mais jovens. 

O oncologista Marcos França, do Hospital do Câncer Anchieta, reforça a importância da prevenção e do diagnóstico precoce da doença para aumentar as chances de cura. Segundo o especialista, quando tratada na fase inicial, a taxa de curabilidade é de 90%. Por isso, alguns sinais de alerta como nodulações na mama, modificações da pele da mama e ao redor, dores e alterações do mamilo precisam ser investigados. 

“Infelizmente, muitas pacientes são diagnosticados de forma tardia, o que pode diminuir a taxa de cura. O autoexame, acompanhamento médico e a mamografia são aliados das mulheres, que precisam ficar atentas a qualquer sinal de alteração em seu corpo.” 

A aposentada Wilma Moura descobriu a doença em 2017, após realizar exame de rotina. Segundo ela, a prevenção foi muito importante para o diagnóstico precoce do câncer. “Descobri o câncer aos 68 anos de idade. Foi uma surpresa, pois sempre me cuidei. O diagnóstico logo na fase inicial e o acompanhamento multiprofissional fizeram toda a diferença no meu tratamento. Estou esperançosa e muito segura de que conquistarei a cura. Hoje, estou seguindo uma vida normal, estou me sentindo bem e com autoestima elevada.” 

Sintomas 

A nodulação mamária é um dos sintomas mais comuns nas mulheres, mas a doença pode apresentar manifestações como dor, secreção pelo mamilo, nodulações na axila ou pescoço, inversão do mamilo, alteração na altura da mama, pele avermelhada ou com aspecto de casca de laranja e feridas. 

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.