Governo federal expulsa 72 servidores públicos em Brasília em 2018

Ao todo, 55% dos casos se referem a atos corrupção. Outros motivos de expulsão são abandono de cargo ou inassiduidade.

Por G1 DF

A Controladoria-Geral da União (CGU) informou nesta segunda-feira (28) que 72 servidores públicos federais foram expulsos do funcionalismo de Brasília em 2018. Ao todo, 36 concursados foram demitidos, 29 comissionados foram exonerados e 7 servidores tiveram a aposentadoria cassada.

De acordo com a CGU, o principal motivo das expulsões é relacionada a corrupção. De todos os 72 casos de expulsão, 40 (55,5%) são referentes à prática inadequada. Já o abandono de cargo, a inassiduidade ou a acumulação ilícita de cargos vêm em seguida, com 15 casos (20,8%).

Comparando com outras unidades da federação, o DF tem a terceira maior quantidade de servidores punidos. Só fica atrás de São Paulo e Rio de Janeiro. Em todo o país, 643 foram demitidos.

Na região

Considerando toda a região Centro-Oeste, foram 122 servidores federais expulsos.

DF: 72
Goiás: 15
Mato Grosso: 14
Mato Grosso do Sul: 21

Processo disciplinar

A punição deste grupo é consequência do fim de um processo administrativo disciplinar (PAD) movido contra eles. O trâmite garante direito à ampla defesa e recursos, afirma a CGU.

Os dados da Controladoria não incluem os empregados de empresas estatais, como a Caixa, os Correios e a Petrobras.

Os servidores punidos, de acordo com a Lei da Ficha Limpa, ficam inelegíveis por oito anos. A depender do tipo de infração cometida, também podem ficar impedidos de voltar a exercer cargo público.

Número mais alto desde 2003

Em todo o Brasil, 566 servidores públicos federais foram expulsos no ano passado por irregularidades, de acordo com levantamento do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da República (CGU).

De acordo com a CGU, a corrupção foi o principal motivo foi corrupção que resultou na demissão de 371 pessoas, aproximadamente 65% dos casos.

O número de expulsões em 2018 é o mais alto desde 2003, quando o levantamento começou a ser feito.

Ainda segundo a CGU, 467 demissões foram de servidores de carreira, 26 de cargos em comissão e 73 cassações de aposentadorias. De 2003 a novembro de 2018, 7.281 servidores federais foram expulsos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.