No verão a saúde dos olhos precisa de atenção redobrada

O verão, a estação mais aguardada do ano, chegou. As altas temperaturas, sol, praia e piscina são uma combinação perfeita para quem gosta de aproveitar o período de férias com muita diversão. Mas, com tanta exposição solar, água, areia e cloro, os cuidados com a saúde precisam ser redobrados, especialmente com a visão. 

O oftalmologista Manoel Paulo Sena, do Hospital Pacini, destaca que nesta época do ano é muito importante ficar atento aos fatores ambientais externos para evitar irritações, doenças infecções e lesões oculares. “Ocorrências de Irritações, ressecamento e infecções podem aumentar quando não há proteção adequada. O contato com a areia, o vento, a água e o cloro também pode prejudicar a visão. Por isso, utilizar óculos solares e de natação, lubrificantes oculares e evitar frequentar lugares com histórico recente de conjuntivite são grandes aliados da saúde dos olhos”. 

Cuidados 

O cloro, a água do mar e o contato direto dos protetores-solares com os olhos potencializam o surgimento de alergias e irritações, segundo o oftalmologista. Por isso, o especialista tem algumas recomendações: “Quanto aos protetores solares, deve-se ficar atento para evitar o contato com os olhos. Caso isso aconteça, sempre lavar com água corrente de forma abundante”. 

Cloro: “O cloro é uma substância que normalmente é mais passível de causar irritação aos olhos. Nos pacientes que já possuem hipersensibilidade a esses produtos usados na manutenção das piscinas, a atenção deve ser redobrada para evitar maiores problemas tais como quadros alérgicos. O uso de óculos de natação para diminuir o contato do cloro com os olhos e a substituição do esquema de tratamento da água da piscina (salinização e purificação por raio UV) diminui os casos de hipersensibilidade dos banhistas.” 

Água do mar: “Irritação após banho no mar acontece devido ao excesso de sal existente na água do mar quando comparado à composição da lágrima. Nesses casos, o uso de lubrificantes e compressas geladas auxilia aliviando a irritação.” 

Conjuntivite: “A conjuntivite é uma doença muito contagiosa que pode ter sua transmissão realizada por meio de água de piscina contaminada. Por isso, fique atento e evite locais com histórico de surtos recentes de conjuntivites. Grandes aglomerações e o hábito de coçar os olhos contribuem para a maior chance de contágio”, conclui o especialista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.