Damares critica trabalho de gestões passadas na Comissão de Anistia

A Comissão de Anistia foi criada para analisar os pedidos de reparação apresentados por pessoas que sofreram perseguição política durante a ditadura militar

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, disse nesta quarta-feira (22) que a Comissão de Anistia já autorizou o pagamento de mais de R$ 10 bilhões em indenizações.

Segundo ela, outros R$ 14 bilhões estão na iminência de serem liberados, a depender de decisões judiciais.

“Anistiado não é bandido, não é corrupto. Temos que respeitar os anistiados”, disse Damares ao defender o trabalho da comissão.

Ao participar, na manhã desta quarta-feira (22), de audiência pública da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, da Câmara dos Deputados, Damares criticou o trabalho de gestões passadas:

“Eis minha indignação. Uma comissão formada em 2002 deixou para mim 11.000 requerimentos para analisar. Requerimentos que foram protocolados em 2009, em 2010.”

“Há velhinhos morrendo e os requerimentos estão lá, pendentes. São velhinhos de bengala que estão aguardando há nove, dez anos, a análise do requerimento. Foi uma falta de respeito. Esta comissão já era para ter acabado.”

Tarcisio Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.