Casos de dengue no DF continuam crescendo e chegam a 36,3 mil

Segundo Secretaria de Saúde, são 1.173 casos para cada 100 mil habitantes. Número de mortes estabilizou.

Por G1 DF

Larvas do aedes aegypti — Foto: Andre Borges/Agência Brasília

O número de casos de dengue no Distrito Federal segue em crescimento. Segundo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde nesta segunda-feira (22), foram registrados 36.389 casos prováveis da doença até o dia 13 de julho.

Até 6 de julho, eram 35.178 registros. Ou seja, o novo boletim aponta subida de 3,4%, com 1.211 notificações a mais. Segundo o documento, são 1.173 casos para cada 100 mil habitantes.

O número de mortes causadas pela doença ficou estável. Foram 33 óbitos confirmados, sendo que todos ocorreram até o dia 29 de junho. A secretaria ainda investiga, no entanto, a causa da morte de um paciente com caso provável de dengue.

Segundo o boletim, o maior número de pacientes com a doença possui entre 20 anos e 49 anos. Essa faixa representa 55,3% do total. Em seguida, aparecem as pessoas com mais de 50 anos, com 21,2%.

Números nacionais

Aedes aegypti é o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya — Foto: Prefeitura de Juiz de Fora/Divulgação

No Brasil, o número de casos fatais de dengue triplicou. Segundo o Ministério da Saúde, foram registradas 414 mortes nos primeiros seis meses de 2019. No mesmo período do ano anterior, foram 129.

Entre 30 de dezembro e 22 de junho, o país teve 1.234.527 de casos prováveis – ainda não confirmados em laboratório. Neste mesmo período do ano passado eram pouco mais de 180 mil casos. O número atual é sete vezes maior que o de 2018.

As regiões que registraram maior incidência da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti são a Sudeste e o Centro-Oeste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.