Comemoração do Dia da Consciência Negra será aberta nesta terça (1º)

Até 25 de novembro, capacitações, espetáculos e desfiles vão promover o debate sobre cultura afrodescendente e racismo;

O Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, será homenageado com capacitações, espetáculos e desfiles a partir desta terça-feira (1º) e até o dia 25 deste mês. O objetivo é dar destaque à cultura afrodescendente, informações acerca de leis e direitos, prevenir o racismo e promover o debate sobre o tema.Edição de arte/Agência Brasília

A abertura da comemoração ocorrerá amanhã, às 10 horas, no Salão Branco do Palácio do Buriti, com duas palestras. A primeira tratará de racismo institucional e a segunda, de empoderamento da mulher negra. O evento é resultado de parceria da Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos com o governo de Brasília, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a sociedade civil.

Para o subsecretário de Igualdade Racial, Victor Nunes, a data é um período propício para a discussão, mas ele defende que ações nesse sentido sejam promovidas durante todo o ano. Um dos destaques da programação, segundo ele, será o curso de prevenção ao racismo oferecido a servidores, de 21 a 25 de novembro, na Escola de Governo (Setor de Garagens e Oficinas Norte, Área Especial 1, Quadra 1).

Além dessa capacitação, estão previstas mais duas: a primeira, para melhorar os serviços de assistência social no Lago Norte e no Varjão, em 11 de novembro, na Casa de Cultura do Varjão (Quadra 2, Conjunto C/D, Lote 2), às 10 horas; a segunda, para trabalhadores da Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF), em 23 de novembro, às 10 horas, no auditório da sede da companhia (Avenida Jequitibá, 155, Águas Claras).
Espetáculo expressa cultura afro-brasileira

Em 22 e 23 de novembro, o grupo artístico Obará, que tem apoio da Subsecretaria de Igualdade Racial e da Secretaria de Cultura, apresentará o espetáculo Mosoró Dayó. Por meio de dança, teatro e cantos em iorubá, o show expressa a cultura afro-brasileira e discute a participação do negro na sociedade. Haverá duas sessões, às 15 e às 20 horas, no Teatro Ulysses Guimarães (Setor de Grandes Áreas Sul, Quadra 913, Conjunto B).

A Estação Central do Metrô-DF abrirá espaço para a passarela do 7º Desfile Beleza Negra, em 23 de novembro, das 17 às 19 horas. Em edições anteriores, a iniciativa deu destaque à carreira do modelo Adriano Lugoli, ex-morador de rua e ex-usuário de drogas. O desfile tem apoio da Secretaria do Trabalho.

De volta ao Salão Branco do Palácio do Buriti em 25 de novembro, o mês será encerrado com a apresentação de cinco políticas para igualdade racial. A solenidade começará às 10 horas.
Origem do Dia da Consciência Negra

O Dia Nacional da Consciência Negra é celebrado em 20 de novembro, data da morte de Zumbi dos Palmares, símbolo da resistência negra em 1695. Adotado em 2005, o dia foi oficializado em 10 de novembro de 2011 pela Lei nº 12.519. Nele, reflete-se e comemora-se a inserção do negro na sociedade brasileira, além de demonstrar respeito e valorizar a culturas afrodescendentes.

Mais informações: (61) 3348-3591 e (61) 3348-3500


© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo