Biblioteca da Câmara Legislativa divulga literatura brasiliense e história do DF

Lei estimula divulgação de escritores locais

Nesta quinta-feira (30), a Biblioteca Paulo Bertran da Câmara Legislativa recebeu a visita de escritores e entidades representativas do setor literário do Distrito Federal para a apresentação de dois acervos especiais: a Estante do Escritor Brasiliense e a História de Brasília. O encontro buscou estimular outras bibliotecas do Distrito Federal a cumprirem a Lei 2.094/98, que dispõe sobre a criação da Estante do Escritor Brasiliense para estimular a leitura de obras de autores locais.

Entre os órgãos públicos, a Câmara Legislativa foi o primeiro a cumprir imediatamente a Lei, em 1998, e criou a Estante do Escritor Brasiliense que, hoje, dispõe de um acervo com mais de 1.000 obras de escritores locais, iniciativa que garantiu a inclusão, catalogação e indexação das obras doadas na Rede Virtual de Bibliotecas – RVBI, que congrega 12 bibliotecas, entre elas as Bibliotecas do Senado Federal, Câmara dos Deputados, Advocacia Geral da União, Supremo Tribunal Federal, Superior Tribunal de Justiça, Ministério Público da União, Tribunal de Contas do DF, Tribunal de Justiça do DF e outras, que mantêm um imenso acervo compartilhado e um catálogo de acesso a todo o Brasil. 

História – Já o acervo da nova Estante Especial da História de Brasília vai destacar um vasto conteúdo de autores locais e de fora sobre a história e especificidades da capital. Livros, periódicos, mapas, registros sonoros e outros documentos sobre a história local estão disponíveis para a população do Distrito Federal, seja por meio físico, seja por meio virtual. As inaugurações fazem parte das homenagens ao 57º aniversário de Brasília, da campanha de divulgação do acervo da CLDF e da celebração do Dia do Bibliotecário.

Propositor do evento, o Terceiro Secretário da Casa, deputado Raimundo Ribeiro (PPS), relatou a importância do projeto para o DF "Essa proposta valoriza e retrata a profusão dos artistas que temos em nossa cidade. Me sinto muito honrado em ter a oportunidade de administrar essa biblioteca e poder colaborar com a aplicação dessa Lei", declarou.

Na ocasião o secretário, assumiu compromisso com a Literatura do DF e anunciou que a Casa vai investir 32 mil na aquisição de novos livros que irão compor o acervo da biblioteca. Outras ações também serão implementadas, como a fixação de pontos para leitura nas áreas de circulação do público, bem como terminais de pesquisa à legislação e ao acervo bibliográfico. Além disso, serão realizados eventos como o "Sarau Bimestral", que contará com escritores e poetas das regiões administrativas, o "Sarau Candango – Brasília em Prosa e Versos" que será em comemoração ao aniversário da cidade (19/04, às 16h, na CLDF) e a " Terceira Feira do Livro", que já tem data marcada no mês de Outubro.

Além da chefe da Biblioteca da CLDF, Cleide Soares, participaram também das atividades o presidente da Academia Taguatinguense de Letras, Gustavo Dourado; o presidente do Sindicato do Escritores do DF, Marcos Linhares; o presidente do Instituto Latinoamérica, Atanagildo Brandolt; o presidente da Agência de Escritores Ler Mais Brasil, Silas Andrade; e representantes da Associação Nacional de Escritores, Ariovaldo Pereira, da Academia Literária do Distrito Federal, Marina Oliveira, da Câmara do Livro do Distrito Federal, Nestor Borba; do senador Cristovam Buarque (governador à época que sancionou a Lei 2.094), além de servidores da CLDF, movimentos literários, editores, poetas e vários escritores do DF, que aproveitaram a oportunidade para doar novas obras que vão integrar o acervo da Biblioteca.

A Biblioteca da CLDF é aberta ao público de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 18h30, para leitura local, disponibiliza a Biblioteca Digital para download de várias obras de conteúdo sobre o Distrito Federal e mantém um Ponto de Leitura para visitantes e servidores terceirizados no Térreo Inferior.

Mais sobre a biblioteca pelo site: http://www.cl.df.gov.br/biblioteca

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.