Metroviários do DF irão aderir à greve geral nesta sexta (28)

Agência Brasília

Os metroviários do Distrito Federal irão paralisar as atividades por 24 horas nesta sexta-feira (28), juntamente com trabalhadores de diversas categorias em todo o Brasil.

“Esta paralisação é por todos os trabalhadores, contra um governo e um congresso corrompido, que ataca os trabalhadores com reformas que estão precarizando os empregos e as relações de trabalho”, disse, em nota, o Sindicato dos Metroviários (SindMetrô).

O protesto contra as reformas da Previdência e trabalhista e a Lei da Terceirização está sendo convocado por oito centrais sindicais que, juntas, representam mais de 10 milhões de trabalhadores.

Paralisação

Segundo sindicalistas, a última grande paralisação envolvendo diversas categorias ocorreu em 1986, durante o governo Sarney, contra o Plano Cruzado. “Esperamos que seja a maior mobilização já ocorrida até agora”, diz João Carlos Gonçalves, secretário-geral da Força Sindical. “Estamos orientando as pessoas a não saírem de casa, a não irem ao supermercado, aos bancos etc”.

Grandes categorias de várias capitais aprovaram a paralisação em assembleias, entre as quais metroviários, motoristas de transporte público, motoboys, bancários, metalúrgicos, professores de escolas públicas e privadas, petroleiros, funcionários dos Correios, da construção, do comércio e da saúde.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo