Após descumprir acordo, GDF promete pagar professores até sexta (12)

Foto: Breno Esaki

Após o descumprimento do acordo firmado entre o GDF e a categoria dos professores que garantia que os dias da greve não seriam descontados, o governador Rodrigo Rollemberg publicou um vídeo em suas redes sociais, no início da noite desta segunda-feira (8), prometendo que os professores receberão o pagamento dos dias parados até sexta-feira (12). De acordo com o governador, uma folha suplementar para o pagamento das datas perdidas já está sendo providenciada.

“O desembargador Hector Valverde homologou o acordo entre o GDF e o sindicato dos professores. Com isso, poderemos cumprir a nossa parte do acordo fazendo o pagamento dos dias parados. Estamos providenciando uma folha suplementar para isso. E vamos acompanhar com muita intenção a reposição das aulas para que os alunos, os maiores interessados, não saiam prejudicados”, disse.

PUBLICIDADE

O anúncio ocorreu após pelo menos 22 mil professores da rede pública terem recebido o contracheque referente ao mês de abril com abatimento dos dias parados, mesmo com a reposição das aulas em andamento. Até sexta, caso o pagamento seja efetuado, 80% dos 28 mil docentes da capital passarão dificuldades para pagar as contas.

A greve, que durou 29 dias, foi considerada ilegal pela Justiça no dia 27 de abril. Nesta data, o desembargador Héctor Valverde Santana determinou, além do fim imediato da greve, o corte de ponto dos dias não trabalhados devido à paralisação.

Reposição

A categoria tem até o dia 2 de setembro para finalizar a reposição das aulas perdidas em decorrência da greve da categoria. A decisão foi firmada em reunião entre representantes da Secretaria de Educação e a entidade de classe.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo