Cláudio Abrantes deixa Rede e base de apoio do governo

Distrital não anunciou nova filiação partidária

O deputado Cláudio Abrantes (sem partido) anunciou durante a sessão ordinária da Câmara Legislativa desta terça-feira (16) a sua saída da base de apoio do governo e da Rede, partido ao qual era filiado. Como motivo para sua decisão, o parlamentar listou uma série de "compromissos não cumpridos" pelo GDF, incluindo a equiparação salarial dos policiais civis à polícia federal.

O parlamentar anunciou que já determinou às pessoas que ocupam posições no governo por sua indicação que "coloquem os cargos à disposição", afirmando que não fará política em troca de cargos. Também explicou que não há convite de qualquer partido ou negociação: "Ficarei sem partido momentaneamente". Abrantes disse que irá se reunir com os distritais que integram o Bloco Sustentabilidade e Trabalho, do qual é líder, para tratar da situação.

Da tribuna, o deputado fez críticas ao governo em várias frentes. Cobrou a eleição para administradores regionais, que era uma das bandeiras do governador Rollemberg; a implantação da universidade pública do DF, "que não saiu do papel"; e condenou a atitude do GDF de "colocar nos servidores públicos a culpa de todas as dificuldades financeiras".

Abrantes disse que é preciso avançar na política, "no campo das ideias, bandeiras e convicções", não ficando apenas em questões práticas. "Tomo esta decisão com alívio", declarou afirmando que preferia ficar ao lado da Polícia Civil, corporação ao qual é vinculado.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo