Ex-governador José Roberto Arruda é condenado por falsidade ideológica

O Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (GAECO) do MPDFT obteve a condenação do ex-governador José Roberto Arruda pela prática do crime de falsidade ideológica. Trata-se da primeira condenação criminal do ex-governador em ações penais da Operação Caixa de Pandora.

A decisão foi proferida pelo juiz da 7ª Vara Criminal de Brasília, que fixou a pena de 3 anos, 10 meses e 20 dias de reclusão, além de multa. A pena será ser cumprida em regime semi-aberto, sem possibilidade de substituição da pena privativa de liberdade por restritiva de direitos, nem possibilidade de suspensão da pena.

Na condenação, o Judiciário reconheceu que José Roberto Arruda forjou, no ano de 2009, quatro recibos para justificar o recebimento de R$ 50 mil das mãos de Durval Barbosa, conforme registrado em vídeo. O dinheiro, segundo o ex-governador, seria para comprar panetones que seriam doados à população.

FOTO: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo