Posto comunitário da PM é incendiado em Sol Nascente, no DF

Bombeiros levantam suspeita de que incêndio tenha sido criminoso. Chamas foram controladas por volta de 2h30; não houve vítimas.

Por G1 DF

Posto comunitário da PM em chamas no Sol Nascente, no DF (Foto: Reprodução)

Um posto comunitário da Polícia Militar do Distrito Federal foi incendiado na madrugada desta sexta-feira (14) no Sol Nascente, em Ceilândia. De acordo com o Corpo de Bombeiros, quando as equipes chegaram ao local, por volta de 2h30, toda a estrutura havia sido destruída pelas chamas. Não houve feridos.

Os bombeiros levantam a suspeita de que o incêndio tenha sido criminoso, mas disseram que não há informações sobre os supostos autores. Após o controle do fogo, a perícia foi acionada para identificar a origem das chamas. Segundo a Polícia Militar, o local servia apenas como ponto de apoio.

Outros casos

Somente neste ano, pelo menos quatro outros postos foram incendiados no DF – dois deles em Ceilândia. O último caso foi registrado em junho, na região sul. Em abril, o alvo foi no Condomínio Privê, na parte norte. Em janeiro, um posto no Cruzeiro Velho foi destruído pelo fogo e, em março, houve um caso na Asa Norte.

Os postos policiais foram instalados nas regiões administrativas do DF em 2008, durante o governo Arruda, e cada um custou ao governo R$ 150 mil em média. Ao todo, eram 131 unidades, mas desde 2014 o número diminui. Naquele ano, 14 postos foram queimados ou danificados. Em 2015, houve incêndio em outros dez. Já no ano passado, foram nove ocorrências.

Há dois anos, o governo começou a desativar os locais sob a justificativa de que eles não ajudavam a manter a segurança da população. Algumas estruturas já foram, inclusive, doadas para projetos de administrações regionais, como a biblioteca no Riacho Fundo II, ou para a escola de música de Brasília.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo