Bombeiros colombianos recebem treinamento em Brasília

Corporação do DF apresentou técnicas de salvamento para delegação do país vizinho. Entre os visitantes está o comandante da equipe que participou do resgate das vítimas do voo da Chapecoense

Uma delegação da Colômbia, composta por oito bombeiros e quatro integrantes do governo do país vizinho, visitou nesta quarta-feira (30) unidades do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal.

A visita faz parte da Cooperação Técnica Internacional intermediada pela Agência Brasileira de Cooperação, do Ministério das Relações Exteriores.

O objetivo da viagem dos colombianos é aprender técnicas de resgate e salvamento, além de conhecer a estrutura técnica e administrativa dos bombeiros brasileiros.

Entre os integrantes da delegação está o comandante do Corpo de Bombeiros do município de La Unión, Arquimedes Mejia, que participou do resgate das vítimas do acidente com o avião da Chapecoense, em novembro de 2016.

Mejia, que ajudou a retirar os quatro sobreviventes da tragédia, conta como foi duro chegar à cena do acidente e lamenta a escassez de recursos no seu país. “O Brasil tem muitos equipamentos que não temos”, avalia.

Delegação de bombeiros colombianos visitou unidades do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal nesta quarta-feira (30), e assistiu a simulação de resgate. Foto: Andre Borges/Agência Brasília

“Houve uma comoção mundial. Eles desenvolveram um bom trabalho, mesmo com todas as dificuldades, e conseguiram resgatar quatro pessoas com vida”Major Fábio Moreira, chefe da Assessoria Internacional de Cooperação Técnica do CBMDF

A delegação chegou ao Brasil no domingo (27) e fica até sexta-feira (1º). Nesse tempo, os visitantes percorrerão sete unidades operacionais e sete administrativas.

Desde segunda-feira, eles já viram demonstração de resgate de vítimas e assistiram a palestras e simulações de incêndio. Conheceram também equipamentos e tecnologias utilizados pelos profissionais do DF.

Na visita desta tarde eles puderam ver duas simulações em uma pista de treinamento de pilotagem operacional, ocasião em que foi demonstrado como é feito o motorresgate.

Também foi apresentado para os visitantes uma simulação com fogo no batalhão do Pistão Sul. Nessa demonstração, foram mostrados equipamentos de alta tecnologia como a do uso de espuma em vez de água para apagar incêndios.
Arquimedes Mejia, comandante do Corpo de Bombeiros do município de La Unión, participou do resgate das vítimas do acidente com o avião da Chapecoense, em 2016, na Colômbia. Foto: Andre Borges/Agência Brasília

O acordo de cooperação surgiu da necessidade dos bombeiros colombianos de aprimorar suas técnicas socorristas, pois o país trabalha com voluntários na maior parte desses serviços.

O chefe da Assessoria Internacional de Cooperação Técnica do CBMDF, major Fábio Moreira, explica que a corporação brasiliense foi escolhida por já estar acostumada a prestar serviço de capacitação a outros países.

Entre outros países, já receberam treinamento dos bombeiros do DF: República Dominicana, Panamá, Costa Rica, Guatemala, El Salvador e Nicarágua.

Para o major, é gratificante receber esses voluntários, ainda mais depois do ocorrido com o avião da Chapecoense. “Houve uma comoção mundial. Eles desenvolveram um bom trabalho, mesmo com todas as dificuldades”, relembra.

Tanto, segundo o major, que eles conseguiram resgataar quatro pessoas vivas. “É sempre bom poder ajudar, para que eles possam atender melhor as pessoas do país deles”, completa.

Após essa visita, a Colômbia receberá uma capacitação para 60 bombeiros voluntários. O curso será dividido em duas turmas, uma em outubro e outra em março de 2018.

Para Claudia Osório, gerente de Municípios do governo de Antioquia, estado colombiano, a visita é muito importante pois os profissionais de lá, por serem voluntários, não exercem dedicação exclusiva e não recebem recursos do governo, como no Brasil.

“Para nós, é importante aprender a logística e a regulamentação. Nessa visita vimos coisas que podemos melhorar em nosso país”, ressalta a gerente.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo