Cai quantidade de crimes contra o patrimônio no Distrito Federal

Balanço divulgado pela Secretaria da Segurança Pública nesta quinta-feira (3) destaca queda no número de roubos a comércio e em transporte coletivo.

Todos os índices de crimes contra o patrimônio tiveram redução em julho deste ano. É o que mostra o balanço da Segurança, divulgado pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social nesta quinta-feira (3).

Nesse conjunto, se destacam os roubos a comércio, que tiveram queda de 27,5% em relação a 2016. Em julho do ano passado, foram 1.752 ocorrências dessa natureza em todo o Distrito Federal. Em 2017, por sua vez, foram 1.271 casos registrados.

Os dados refletem o trabalho unificado das forças policiais por meio do programa Viva Brasília — Nosso Pacto pela Vida. O resultado tem sido repressão mais qualificada aos crimes.

Para tanto, as corporações se valem de análises estatísticas, serviço de inteligência e planejamento operacional de acordo com as áreas de maior incidência criminal.

Além disso, para fortalecer a sensação de segurança da comunidade, a pasta vai reforçar o trabalho conjunto com as áreas social e de infraestrutura do governo.

“A redução dos índices se deve ao trabalho unificado das forças de segurança e ao planejamento operacional de acordo com a mancha criminal”Edval Oliveira de Novaes Júnior, secretário da Segurança Pública e da Paz Social

Um dos locais que teve reforço do trabalho conjunto das diversas áreas do governo foi o Setor Comercial Sul. Por meio das ações do Centro Legal, que promove a revitalização do espaço e a ocupação urbana por meio de atividades culturais, foi possível reduzir significativamente os índices de criminalidade, inclusive o de homicídios.

Os roubos em transporte coletivo também diminuíram no comparativo com o ano passado — o porcentual é de 26,1%. No mês passado, foram 167 ocorrências desse crime no território. Em julho de 2016, as estatísticas indicam 226 registros.

“A redução dos índices se deve ao trabalho unificado das forças de segurança e ao planejamento operacional de acordo com a mancha criminal”, explicou o secretário da pasta, Edval Oliveira de Novaes Júnior.

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo