Comissão de Segurança discute transferência de área para o DF

A instalação de equipamentos públicos dos setores de segurança e de meio ambiente em área da Floresta Nacional de Brasília, próxima a Brazlândia, foi tema de reunião da Comissão de Segurança da Câmara Legislativa do Distrito Federal . Acredita-se que isso poderia garantir proteção aos moradores da zona rural, além de ajudar a prevenir e a combater incêndios.

A ideia da "mesa redonda" foi do deputado Wasny de Roure (PT), que convidou representantes de órgãos federais e distritais com o intuito de dar celeridade à regularização da região a ser ocupada pela Polícia Militar do DF, com a instalação do Batalhão Rural Ambiental e de um centro de treinamento e tiro, além de um batalhão dos bombeiros, para combater incêndios florestais. "A intenção de juntar todos nesse encontro é facilitar o processo", explicou o parlamentar.

A área, embora de proteção especial do Estado, pertence ao Incra, que já tem pronto o documento que formaliza a transferência do terreno para o governo do Distrito Federal. Contudo, para que as construções possam ser erguidas, há uma série de etapas que precisam ser observadas.

Manejo – O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), por exemplo, ainda está revisando o Plano de Manejo, documento que assegurará o funcionamento das atividades reivindicadas para o local. Já o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) aguarda as definições desse plano para emitir a licença.

O Corpo de Bombeiros quer instalar na área um campo de pouso de aeronaves para agilizar o combate aos incêndios florestais, comuns nessa época do ano. "A ideia é tornar mais rápido o trabalho dos bombeiros, que precisam retornar ao aeroporto a cada viagem", explicou o coronel Marco Negrão de Brito.

Além de representantes de órgãos como Novacap, Caesb e Adasa, entre outros, a reunião contou com a participação da deputada federal Erika Kokay (PT) que pediu rapidez ao ICMBio na revisão do Plano de Manejo e solicitou dos interessados uma previsão dos recursos financeiros que serão necessários à obra. "Desse modo, podemos tentar junto à bancada federal do DF a apresentação de emenda conjunta para a execução deste que é um projeto tão importante, por tratar de policiamento preventivo e preservação do meio ambiente", afirmou.

Marco Túlio Alencar - Coordenadoria de Comunicação Social

© Espaço Mulher DF - 2013 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo